Dublin: renovação de visto para estudantes passa a ser online

Por Daiane Vivatti, de Dublin.

Estudantes não-europeus que moram em Dublin e já possuem visto de residência devem solicitar a renovação de permanência pela internet. O novo serviço foi divulgado nesta segunda-feira pelo Ministério da Justiça e Igualdade da Irlanda e já está disponível para ser utilizado.

Para prosseguir com a renovação, no entanto, a data de expiração do visto atual (Irish Residence Permit card) deve recente ou em menos de um mês, ou seja, até 29 dias da data em que o formulário online estiver sendo preenchido. A navegalibilidade do site é simples, é preciso registrar-se e depois acessar com email e senha.

Ao entrar no site, o usuário deve selecionar a opção “Aplicação para Permissão de Permanecer no País” e confirmar uma declaração de veracidade das informações providenciadas e autorizar o uso dos dados pessoais providenciados.

Na aba de dados pessoais é preciso preencher o número de registro do cartão IRP e a data de validade, além do nome, data de nascimento, dados do passaporte, telefone e endereço completo. Para finalizar, é necessário escolher o tipo de visto e fazer o upload dos documentos solicitados pela imigração – o que inclui passaporte e cartão IRP (frente e verso).

Veja no vídeo abaixo o passo a passo para se encaminhar o visto online

Também é necessário efetuar o pagamento da taxa para a renovação do visto e encaminhar o passaporte e o atual IRP por correio. A verificação dos documentos será realizada pela imigração e, se houver aprovação, o passaporte será carimbado e devolvido também por correio. Assim como um novo cartão será expedido.

O motivo da mudança para as solicitações online, de acordo com o governo, é o fato de os estudantes não terem a possibilidade de marcar horário e receber atendimento pessoalmente nos escritórios da imigração. Anteriormente, era necessário agendar uma visita à imigração e apresentar todos os documentos pessoalmente.

Leia também
– Três em cada dez estudantes universitárias já foram vítimas de violência sexual na Irlanda, aponta pesquisa
– Portugal volta a adotar restrições após novo surto de coronavírus na região de Lisboa
– Antirracismo: protestos no Reino Unido completam quatro semanas

“O novo sistema também vai aliviar a pressão nos escritórios da imigração que, quando reabrirem, irão se concentrar exclusivamente no primeiro registro de estudantes. Isso também melhorará a qualidade do serviço ao cliente fornecido a esse grupo”, disse o ministro Charlie Flanagan por meio de nota.

No momento, a facilidade só está disponível para os estudantes que moram na área de Dublin. No entanto, o Ministério informou que a intenção é estender o serviço online para moradores de outras regiões em breve e, nos próximos meses, também ampliar para outras categorias de visto.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.