Companhia aérea cancela voos do Brasil para Holanda a partir deste sábado

Ao todo, foram cancelados 270 voos com destino a Amsterdã – Foto: Canva


A companhia aérea neerlandesa KLM determinou o cancelamento de todos os voos do Brasil para a Holanda a partir deste sábado. A medida foi anunciada um dia após os Países Baixos determinarem a proibição de viagens oriundas da América do Sul, Panamá, Cabo Verde e África do Sul a fim de evitar a proliferação na nova variante do coronavírus.

Por meio da assessoria de imprensa, a empresa afirmou à reportagem do Agora Europa que os “voos da KLM continuarão operando com passageiros de Amsterdã para o Brasil” e que os “clientes com reservas nos voos cancelados serão reacomodados sempre que possível”. No entanto, a companhia aérea não deixou claro quais serão os critérios adotados para o realocamento dos passageiros afetados pela suspensão dos voos.

Ao todo, a KLM determinou a suspensão de 270 voos com destino a Amsterdã, incluindo algumas conexões dentro do próprio continente europeu. Os voos da Capital holandesa para o Brasil seguirão em operação. A empresa pede que os passageiros afetados consultem a reserva de viagem diretamente no site da empresa, na seção “Minha Viagem”. Caso a reserva tenha sido feita por meio de uma agência, os clientes precisam, então, entrar em contato com o agente de viagem.

Governo holandês suspendeu voos do Brasil

Depois da Itália e do Reino Unido, a Holanda também entrou na lista de países que determinaram a proibição de voos oriundos da América do Sul, no qual inclui o Brasil. Nos Países Baixos, a medida entra em vigor na madrugada do próximo sábado (23) e vale por, pelo menos, um mês.

Além da América do Sul, os holandeses também proibiram viagens com origem no Panamá, Cabo Verde e África do Sul. A mesma sanção já havia sido aplicada para voos e balsas do Reino Unido. A intenção do governo neerlandês é evitar a proliferação da nova variante do coronavírus.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.