Alemanha autoriza entrada de estudantes brasileiros vacinados

Nova atualização irá permitir a entrada de brasileiros aprovados em universidades do país. Foto: Canva


A Alemanha anunciou, na noite desta segunda-feira (16), que vai aceitar a entrada de estudantes e pesquisadores do Brasil que estejam totalmente vacinados contra a Covid-19. As novas permissões de viagem foram atualizadas no site da Embaixada da Alemanha no Brasil.

As autorizações contemplam profissionais graduados que tenham um trabalho comprovado no país; pesquisadores ou cientistas com contrato assinado em instituições de ensino alemãs; trabalhadores qualificados contratados para projetos; estudantes aprovados em universidades ou instituições de ensino do país. Outra exceção adicionada é para viajantes a negócios e “pessoas de interesse nacional”, mas sem especificar quem se enquadra nesta categoria.

No entanto, as permissões só valem para os brasileiros vacinados com imunizantes aprovados pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA, sigla em inglês). É o caso da AstraZeneca (Vaxzevria), Janssen, Moderna e Pfizer-BionTech. As pessoas imunizadas com a Coronavac seguem proibidas de entrarem na Alemanha.

A mudança nas regras irá permitir a viagem de aproximadamente 88% das pessoas do movimento “Barrados da Alemanha”. O grupo, formado por 400 brasileiros, tentava há meses que o governo alemão aceitasse a entrada dos estudantes e profissionais.

“Nós estamos muito felizes porque a maioria do nosso movimento entrou nessas novas exceções”, destaca Lauren Hobolt, uma das líderes do grupo, em entrevista ao Agora Europa. No entanto, a brasileira pontua que pessoas em serviço voluntário e intercambistas ainda não foram contemplados.

Outra questão, conforme Lauren, é a não aceitação da vacina Coronvac, o que motiva o grupo a continuar com reivindicações: “De forma geral, estamos felizes por essa conquista, mas nossa luta continua para que todos possam ir”, ressalta a jovem de 25 anos. Ainda de acordo com a brasileira, o consulado informou o grupo que não há uma previsão de quando as regras irão mudar novamente.

Os viajantes autorizados, além de estarem totalmente vacinados, precisam apresentar um teste PCR ou antígeno antes do embarque. Na chegada ao território alemão, uma quarentena de 14 dias é obrigatória a todos os viajantes.

A permissão acompanha a mesma decisão de outros três países europeus: Espanha, França e Bélgica, que irão aceitar estudantes do Brasil. As mudanças ocorrem após reivindicações realizadas por brasileiros que corriam o risco de perder o ano letivo por causa das restrições.

Compartilhar

2 Comments

Não é possível deixar seu comentário no momento.