Embaixada de Portugal anuncia volta da emissão de vistos para brasileiros


A emissão de vistos para brasileiros que desejam viajar para Portugal foi retomada nesta segunda-feira (19). O anúncio foi realizado pela Embaixada de Portugal em Brasília, pelas redes sociais. O reinício do serviço está relacionado ao retorno dos voos diretos entre Brasil e Portugal.

Segundo a embaixada, os processos já iniciados que estavam suspensos também serão retomados. Ainda de acordo com a publicação, todas as categorias de vistos serão emitidas, seja de estada temporária ou residência. A única exceção para brasileiros é o visto Schengen, que permite a entrada como turista e possui duração de três meses.

Não há uma previsão de retorno para entrada de cidadãos brasileiros como turista em Portugal ou em outros países europeus. O Brasil ainda não atende aos critérios epidemiológicos da União Europeia (UE) e o bloco continua com a recomendação de que Estados-Membros não aceitem turistas brasileiros.

Motivos essenciais

Por enquanto, podem ingressar em Portugal os brasileiros com “motivos profissionais, de estudo, de reunião familiar, por razões de saúde ou por razões humanitárias”, conforme o documento oficial do Governo português. Imigrantes com Autorização de Residência (AR) ou cidadãos europeus também estão autorizados.

Todos os passageiros que embarcam no Brasil, seja por via direta ou escala, precisam apresentar teste PCR negativo e um certificado digital emitido pelo serviço de imigração. O documento é utilizado para fiscalização da quarentena obrigatória de 14 dias na chegada ao país.

Leia mais:
França prorroga suspensão de voos do Brasil até 24 de abril
Portugal: atendimento a imigrantes volta a ser presencial na segunda-feira
Irlanda amplia vagas e vai isentar vacinados de quarentena em hotel

Compartilhar

1 Comment

  • Moacir

    Parabéns e obrigado! Depois que comecei a receber as notificações deste site passei a receber informações rápidas e precisas, ou seja, verdadeiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.