Espanha prorroga limitação aos voos do Brasil até março

A nova regra passa a valer a partir do dia 16 de fevereiro até 2 de março. Foto: Canva

O governo espanhol decidiu prorrogar, até 2 de março, a limitação de entrada de voos diretos vindos do Brasil. A mesma restrição vale para voos e navios de passageiros vindos do Reino Unido e da África do Sul. O objetivo da medida é conter a propagação das novas variantes de Covid-19. A nova regra passa a valer a partir das 18 horas do dia 16 de fevereiro até às 18 horas do dia 2 de março.

Apenas cidadãos espanhóis ou andorranos, assim como residentes em ambos os países, podem entrar no território. Segue autorizado o embarque de passageiros em trânsito internacional para outros países que não são da Zona Schengen, desde que a conexão não ultrapasse 24 horas. No entanto, esses viajantes não podem sair da zona de trânsito do aeroporto espanhol.

As regras não afetam os profissionais que realizam as atividades de transporte aéreo.  Estão previstas isenções para serviços de busca e salvamento e voos com escala em território espanhol para fins não comerciais que tenham como destino final outro país. Além de voos exclusivos de carga, humanitários, médicos ou de emergência. Diferente de Portugal, a medida não afeta a saída dos voos do território espanhol com destino ao Brasil.

Novas exigências

Também fica determinado que além da apresentação de um teste PCR negativo de Covid-19, realizado 72 horas antes de entrar na Espanha, agora os passageiros autorizados a entrarem no país também deverão realizar um teste rápido (antígenos) no aeroporto, a fim de reforçar os controles sanitários. Outra ação do governo foi manter fechada a fronteira terrestre com Portugal até o final deste mês.

De acordo com o comunicado do governo, a estratégia segue alinhada com o Comitê de Emergências da Organização Mundial da Saúde e com o Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças, que buscam reforçar os controles sanitários para interromper a propagação do vírus. As medidas visam detectar a Covid-19 precocemente, isolar e tratar casos positivos, acompanhar os contatos e promover medidas de distanciamento social proporcionais ao risco

Para a nova ministra de saúde, Carolina Darias, as medidas restritivas adotadas pelas comunidades autônomas, para frear o avanço do coronavírus, vem dando resultado. A curva de contágios vem baixando a cada semana, segundo os dados oficiais do País. A incidência acumulada nos últimos 14 dias, na Espanha, é de 630 casos para cada 100 mil habitantes. No final de janeiro, o número chegava a quase 900.

Agora, a preocupação do Executivo é baixar o número de internados com Covid-19 nas UTI’s. Em algumas comunidades autônomas, o pico de ocupação dos infectados chega a 50%.  Por isso, a ordem ainda é manter as restrições, intensificar a prevenção e controlar os casos positivos.

Veja a lista de países que baniram viagens do Brasil

– Portugal
– Itália
– Reino Unido
– França
– Holanda
– Alemanha 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *