Restrições da pandemia no Brasil reduzem emissão de vistos portugueses

Atendimento pela empresa responsável segue limitado de acordo com as restrições impostas nos diferentes estados brasileiros. Foto: Canva

No início desta semana, a Embaixada de Portugal em Brasília anunciou a volta da emissão de vistos para brasileiros que desejam viajar ao país europeu. No entanto, muitas pessoas que esperavam pela notícia ainda terão que aguardar um pouco mais. A VFS Global, empresa que opera o serviço, ainda não retomou completamente os trabalhos, em função da situação da pandemia de Covid-19 no Brasil.

Apesar de estar autorizada pelo Governo português, a VFS Global segue as restrições de atendimento em cada estado brasileiro. Por isso, o recebimento dos documentos varia conforme a cidade.

Em São Paulo, um dos locais que maior número de processos, o recebimento e tramitação dos vistos parados continua suspenso. Segundo a empresa responsável, a medida segue “até novo aviso”.

Em outras três cidades brasileiras (Rio de Janeiro, Nova Lima e Salvador) a tramitação já foi reiniciada. No entanto, só são aceitos pedidos enviados por via postal.

Atualmente, Brasília é o único escritório que realiza atendimento presencial, mediante agendamento. A VFS destaca que as vagas oferecidas estão em escala reduzida. O envio também pode ser feito por postal.

Retomada dos vistos

A operação de vistos para brasileiros estava suspensa desde o final de janeiro, quando Portugal anunciou a proibição dos voos diretos com o Brasil. A autorização de retomada das viagens – somente para fins essenciais, ocorreu na última quinta-feira (15).

Segundo nota da Embaixada, a emissão foi retomada para todas as categorias de vistos nacionais (estada temporária ou residência). Portugal, por ter acordo com o Brasil, não exige visto prévio para turismo. No entanto, turistas brasileiros estão impedidos, desde março de 2020, de embarcarem para o território português.

Não há uma previsão de quando os cidadãos do Brasil poderão retomar as viagens não essenciais para a Europa. A Comissão Europeia, preocupada com as novas variantes do vírus, segue com a recomendação de não aceitar turistas que venham do território brasileiro.

Leia Mais

– Espanha desenvolve vacina intranasal contra a Covid-19
– Fronteira entre Portugal e Espanha segue fechada até 1° de maio
– Grupo de brasileiros pede que governo autorize reunião familiar na Irlanda

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.