Portugal expande centros de apoio a imigrantes no interior do país


Portugal expandiu o número de centros de apoio destinados a imigrantes no interior país. Nas últimas semanas, foram inauguradas seis novas unidades do Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM). Nos locais, os estrangeiros podem ter acesso e suporte na realização de procedimentos de regularização, além de informações sobre reagrupamento familiar e acesso aos serviços de saúde, por exemplo. Todos os atendimentos são gratuitos.

A unidade mais recente foi inaugurada na tarde desta segunda-feira (14), em Ponte do Sor, na região do Alentejo, no sul de Portugal. As autoridades apostam na descentralização dos centros para atender à comunidade imigrante que vive no interior.

Os outros cinco centros foram inaugurados em diferentes áreas do território. Na região Central, as cidades de Águeda, Bombarral e Peniche receberam unidades. No Norte do país, os municípios de Carrazeda de Ansiães e Matosinhos, na região Metropolitana do Porto, também tiveram unidades inauguradas. Na região do Algarve, Sul do país, a cidade de Vila Real de Santo Antônio também foi beneficiada com o serviço.

Com as novas unidades, Portugal chega ao total de 124 centros de apoio aos imigrantes. Além destes locais, o país conta com outros três pontos nacionais, uma em Lisboa e outra no Porto – as duas maiores cidades do país –, além de outra em Faro, na região do Algarve.

Por causa da pandemia de Covid-19, a orientação é que o atendimento seja agendado previamente. Os contatos estão disponíveis no site do Alto Comissariado para as Migrações.

Atualmente, Portugal conta com aproximadamente 880 mil imigrantes, segundo o Ministério da Administração Interna. Destes, 660 mil já passaram por todas as etapas de legalização e possuem Autorização de Residência. Outros 220 mil foram atendidos com a regularização temporária oferecida pelo governo desde o início da pandemia.

Leia mais:
Portugal: Imigração estuda atender agendamentos por ordem de inscrição
Proibição de viagens a turismo entre Brasil e Portugal separa mães e filhas
Portugal: brasileiros criam iniciativas diante da falta de vagas na Imigração

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.