União Europeia chega a 70% dos adultos vacinados contra a Covid-19

Apesar da marca, existe uma disparidade entre os países do bloco. Foto: Canva


A União Europeia atingiu, nesta terça-feira (31), a marca de 70% dos adultos totalmente vacinados contra a Covid-19. O anúncio foi realizado pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, que definiu como “uma grande conquista”. 

No entanto, menos da metade dos 27 países do bloco atingiu o mesmo percentual de imunização, conforme dados do Centro de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC, sigla em inglês). Até agora, apenas 11 Estados-Membros já superaram a marca celebrada pela líder europeia: Alemanha, Bélgica, Chipre, Dinamarca, Espanha, França, Holanda, Irlanda, Luxemburgo, Malta e Portugal.

No caso da França, que encontrou resistência da população durante a campanha de vacinação, foi introduzida a obrigatoriedade de imunização para diversas atividades, como frequentar locais de lazer e restaurantes. A Itália, que está com 69% da população vacinada, também adotou medidas semelhantes. O país também determinou que a entrada em restaurantes fosse condicionada ao passaporte de imunização

Por outro lado, países como a Bulgária e Romênia vacinaram somente 20% e 31,9%, respectivamente, evidenciando a disparidade nos indicadores de vacinação na União Europeia. A Lituânia também não atingiu metade da população imunizada e conta com um índice de 45,5%.

Apesar de a distribuição das doses ser feita pela comissão de forma percentual à população, cada país é responsável por administrar a própria campanha de vacinação. A diferença nos índices de imunização entre os países também é reconhecida pelas autoridades europeias, que lançam um apelo para que a população se vacine:

“A pandemia não acabou. Nós precisamos de mais. Apelo a todos que podem para se vacinar”, declarou a presidente. A comissária de Saúde, Stela Krykiades, também destacou que é preciso “fechar a lacuna de imunidade e a porta para novas variantes”.

Doação de vacinas 

Além de fornecer as doses para os países do bloco, a UE realiza também a doação de vacinas a localidades que não possuem as mesmas condições para adquirir imunizantes. Segundo comunicado oficial, metade das unidades produzidas na Europa foram exportadas, o que representa “tanto quanto para seus cidadãos”, pontua a comissão.

Mais de 200 milhões de doses foram doadas a 138 países. No total, o bloco possui contratos para garantir 4,6 bilhões de unidades e mantém outras negociações em andamento.

Compartilhar

1 Comment

Não é possível deixar seu comentário no momento.