Portugal: Apresentador pede desculpas após perguntar se jogador aprendeu a correr “a fugir da polícia”

Reprodução/Twitter

O apresentador esportivo Pedro Sousa, do Canal 11 de Portugal, pediu desculpas no dia seguinte a uma entrevista na qual perguntou a um jogador negro se ele aprendeu a correr fugindo da polícia. Um trecho do programa esportivo comandado por ele viralizou e causou polêmica nas redes sociais.

Na edição de 30 de junho, Pedro Sousa entrevistava o jogador guineense Nanu, que se destacou na vitória contra o Benfica por correr os 90 minutos e por uma arrancada final que causou surpresa pelo fôlego do atleta.

“Nanu, conte-me lá. Onde é que aprendeste a correr assim? Não foi a fugir à polícia, não?”, questionou o apresentador.

Na edição do dia seguinte, o apresentador pediu desculpas. “Uma expressão utilizada por mim ontem no futebol total quando decorria a conversa com o jogador Nanu, do Marítimo, desencadeou reações e interpretações de telespectadores que sentiram verdadeiramente ofendidos. A essas pessoas, genuinamente, peço desculpas”

O vídeo se tornou viral na semana em que o partido de extrema-direita de Portugal, o Chega, realizou a manifestação “Portugal não é racista”. O ato liderado pelo deputado André Ventural no sábado contou com cerca de 1000 pessoas, segundo a polícia.

Dias antes, a Câmara de Lisboa aprovou por unanimidade um voto em que se declara a capital de Portugal como “cidade antirracista”.

Já no último final de semana o jornal Público publicou dados do European Social Survey (ESS) de 2018/2019 mostrando que 62% dos portugueses manifestam racismo.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.