Greve irá afetar voos em Portugal até o final do mês, alerta aeroporto


Até o dia 31 de agosto, as partidas dos aeroportos de Portugal podem ser afetadas pela greve dos inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). Em comunicado divulgado nesta sexta-feira (13), a Ana Aeroportos, que administra os aeroportos no país, alertou para a demora nos procedimentos embarque a partir deste sábado (14).

“São estimados tempos de espera elevados no controle de fronteira entre às 5h e 9h”, esclarece a concessionária, que administra os aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Funchal, Porto Santo e Ponta Delgada. Ainda segundo o comunicado, os destinos fora do Espaço Schengen, como o Brasil, serão os mais afetados.

A TAP, que opera voos entre os dois países, emitiu comunicado, nesta sexta-feira (13), em que informa estar “ajustando a sua operação de forma a que o impacto seja o menor possível junto dos seus clientes”. A orientação é que os viajantes consultem o status do voo antes de irem para o aeroporto.

Até o momento, as demais companhias aéreas não divulgaram comunicados sobre possíveis alterações de horário. No entanto, o Agora Europa apurou que já existem mudanças de voos com destino ao Brasil neste final de semana.

A administração dos aeroportos destaca que “fará de tudo que estiver ao alcance para mitigar os problemas causados aos passageiros”. A orientação geral é que os viajantes cheguem mais cedo nos locais de partida. Não foram divulgadas recomendações específicas para os passageiros que chegam no país vindos de fora do Espaço Schengen e que passam pelo controle de imigração.

Segunda greve que atinge passageiros menos de um mês

A paralisação deste mês foi convocada pelo Sindicato do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SIIFF) em meio ao processo de alteração no órgão de imigração. O projeto de extinção do SEF para criação do Serviço de Imigração e Asilo (SEA) está em andamento no Parlamento português.

Em julho, outra greve causou atrasos e cancelamentos de centenas de voos em Lisboa. Os funcionários do aeroporto que realizam apoio às aeronaves e passageiros realizaram uma paralisação durante dois dias. Na ocasião, os trabalhadores reivindicavam melhores condições de serviço e o pagamento de salários em dia.

Compartilhar

1 Comment

Não é possível deixar seu comentário no momento.