Turismo: Espanha antecipa emissão do certificado para viagens na Europa

 

Espanha já emite Certificado Covid da UE. Foto: Thaís Baldasso

Para facilitar a mobilidade internacional segura, a Espanha já está emitindo o “Certificado Covid Digital”, válido na União Europeia, a todos os cidadãos que residem no país. O lançamento ocorre quase um mês antes da data prevista fixada pelo Regulamento Europeu (1º de julho) para que o documento seja disponibilizado em todos os Estados-Membros.

A maioria das 27 comunidades autônomas espanholas começou a emitir os certificados digitais nessa segunda-feira (7) para comprovar algumas das condições exigidas, como estar vacinado,  recuperado da Covid-19 ou com resultados negativos de provas diagnósticas. E, progressivamente, vai disponibilizar mais funcionalidades do novo documento, exigido para viajar livremente em território europeu.

Segundo o Ministério da Saúde, o mês de junho servirá de período de teste para aprimorar o processo, mas o certificado já estará válido desde o momento da emissão.

O objetivo é que, no início de julho, todas regiões estejam plenamente preparadas para fornecer o passaporte, gratuitamente, em papel ou digital, a qualquer cidadão que solicitar o documento na sede eletrônica do Ministério da Saúde. Em ambos os casos, o certificado gera um código QR que facilita a leitura.

Passe livre gratuito

O “Certificado COVID Digital” da União Europeia também já está sendo aceito desde segunda-feira (7) para entrar na Espanha.  Sem este documento, pode-se viajar dentro da União Europeia cumprindo os requisitos sanitários, mas o processo de entrada no país será mais lento e sujeito a medidas adicionais, como a exigência de testes PCR ou de antígenos e quarentenas (no momento, é exigida da Índia).

De fácil leitura e uso, o passaporte também é seguro, respeita a privacidade do portador e pode funcionar em conjunto com outros documentos. Os dados descritos não são armazenados ou retidos quando um certificado é verificado em outro Estado-Membro.

Trânsito livre entre países da União Europeia

Já pode entrar na Espanha qualquer viajante procedente de um país europeu do Espaço Schengen, desde que comprove que está vacinado contra a Covid-19, apresente um teste diagnóstico negativo (PCR ou antígeno) ou comprove que já teve a doença nos últimos seis meses e está totalmente recuperado.

Estão ainda vetados, apenas passageiros vindos do Brasil e da África do Sul. E da Índia, todos deverão cumprir quarentena de 10 dias na chegada em território espanhol.

A Espanha também passa a aceitar que os viajantes vindos de outros países da UE possam entrar apresentando qualquer uma dessas três provas (vacinação contra a Covid-19, teste negativo ou recuperação da doença), por meio do Certificado Digital COVID, emitido por qualquer país europeu. Com este Certificado, o viajante pode entrar na Espanha de forma mais ágil e simples, evitando esperas e controles adicionais.

Leia mais:

Covid-19: Espanha confirma retirada de teste para viagens de Portugal

Importação de bicicletas elétricas cresce quase 20% na União Europeia

Espanha libera entrada de turistas vacinados, com exceção do Brasil 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.