Governo de Portugal prevê recuperação de 40% das rotas aéreas em julho

Governo português é otimista quanto à recuperação dos voos no país. Foto: Pedro Santos.

Por Carlos Machado, de Lisboa.

A Secretária do Turismo de Portugal, Rita Marques, afirmou, nesta terça-feira (23), que existem perspectivas positivas relativamente à retomada do setor de aviação e que pode ser possível recuperar 40% das rotas aéreas no país já no mês de julho.

Em encontro na Comissão Parlamentar de Economia e Finanças, a Secretária de Estado disse ter “a perspetiva de recuperar até 60% comparativamente ao mesmo mês do ano anterior” e que o Programa de Estabilização Econômica Social (PEES) é muito claro sobre o programa de apoio à retomada do setor aéreo: “É um programa importante, que prevê um reforço de 20 milhões de euros para além dos 10 milhões definidos anteriormente”.

Sobre o fato de Portugal estar na “lista negra” de alguns países por causa da pandemia do coronavírus, a secretária salientou que o governo tem “vindo a sensibilizar os vários países para não adotarem uma visão simplista no que toca à identificação dos países com maior risco, considerando aqui que são várias as variáveis que devem ser tidas na equação”.

Rita Marques explicou, ainda, que Portugal tem vindo a trabalhar com a Comissão Europeia advogando “três grandes princípios”: “Não privilegiaremos a quarentena, privilegiaremos sempre o controlo na origem (…) e, em terceiro, privilegiaremos sempre a livre circulação no espaço Shenghen”.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.