Covid-19: Lockdown de duas semanas inicia nesta quinta-feira na Eslováquia

A Eslováquia se tornou o segundo país a anunciar toque de recolher nesta quinta-feira (25), em meio à nova onda de Covid-19 que atinge a Europa. Durante o período de confinamento, que vai seguir, inicialmente, por duas semanas, todas as lojas e serviços não essenciais permanecerão fechados. De acordo com o comunicado do governo, as escolas não serão afetadas pela medida.

Embora o trabalho remoto (home office) seja recomendado, o trânsito para trabalhar e ainda para se vacinar está permitido. Os cidadãos também estão autorizados a praticar atividades ao ar livre durante o período de lockdown. 

Juntamente com o decreto que proíbe o comércio não essencial de funcionar, a Eslováquia aprovou estado de emergência por 90 dias para controlar o rápido aumento de casos de coronavírus, que sobrecarrega o sistema de saúde do país: ‘’Precisamos nos unir, a situação é séria’’, declarou o primeiro-ministro eslovaco, Eduard Heger.

Com o recente anúncio, o país se torna o segundo na Europa a introduzir o lockdown para todos os residentes, vacinados ou não, com o objetivo de frear o avanço da pandemia. Na última segunda-feira (22), a Áustria, que faz fronteira com a Eslováquia, iniciou um confinamento semelhante por 20 dias.

Nesta quinta-feira (25), mais de 10 mil novos casos de Covid-19 foram registrados em território eslovaco. Atualmente, 3.200 pessoas estão hospitalizadas por causa da doença. Dos internados, 83,41% não foram totalmente vacinados. A Eslováquia é um dos países que menos vacinou na União Europeia (UE). Somente 45% da população completou a imunização, de acordo com dados do Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC, sigla em inglês),

Compartilhar