Dublin: organizadores do Saint Patrick prometem maior festival da história para este ano

Conexões. Esse é o tema escolhido para o Festival de Saint Patrick (São Patrício, em português) de 2022 em Dublin, na Irlanda. O evento, que ocorre entre os dias 16 e 20 de março, é um dos mais tradicionais do país e também celebrado em diversas partes do mundo. O desfile, cancelado nos últimos dois anos em função da pandemia de Covid-19, acontece no dia 17 de março, data de celebração ao padroeiro da ilha.

“Nos últimos seis meses, centenas dos mais dinâmicos e criativos performers, músicos, designers, coreógrafos e artistas irlandeses têm trabalhado para entregar o desfile de rua mais ambicioso da Irlanda, seja em criatividade, escala, duração e número de participantes” – destaca o comunicado oficial do evento.

Uma novidade deste ano será o Quarteirão do Festival, um espaço montado nas dependências do histórico Museu da Irlanda, que vai reunir apresentações artísticas, comidas locais, mostra de artesanatos e bebidas irlandesas ao público. O local possui capacidade para receber até três mil pessoas. A entrada será gratuita, mas limitada ao número de ocupantes.

O Quarteirão do Festival, no entanto, será dividido em dois turnos: diurno e noturno. No diurno, que ocorrerá do meio-dia às 18h entre os dias 17 e 20 de março, as atrações estarão abertas a todo público. Já no período da noite, quando o evento ocorre das 18h às 22h30, entre 16 e 19 de março, apenas pessoas acima dos 18 anos poderão acessar o local. Apenas nos dias 18 e 19, alguns eventos noturnos terão cobrança de ingressos no valor de 10 euros.

A programação completa do festival deste ano pode ser conferida diretamente no site da organização do evento. Na página online, também é possível acessar instruções especiais para o acesso de pessoas com necessidades especiais ao local do festival.

Saint Patrick será marcado por feriadão de quatro dias em 2022

No mês passado, o governo irlandês estabeleceu um novo feriado para este ano, agendado para ocorrer na sexta-feira de 18 de março, um dia após o dia de St. Patrick. A iniciativa foi criada em memória aos mais de seis mil mortos em função da pandemia de Covid-19 no país. A data também marca o reconhecimento ao esforço da população, trabalhadores e voluntários no combate ao coronavírus.

Além do dia de descanso, os trabalhadores da linha de frente da área da saúde também receberão um pagamento no valor de mil euros como forma de agradecimento pela dedicação no enfrentamento à pandemia. Equipes que atuam na limpeza e em portarias do setor público de saúde também estão qualificadas para receber o bônus. O benefício, que deve ser creditado até o final de março, será estendido ainda aos trabalhadores do setor privado alocados em asilos e hospícios durante a pandemia.

Compartilhar