Irlanda cria feriado em memória às vítimas da pandemia de Covid-19 no país

O governo irlandês definiu, nesta quarta-feira (19), que o próximo dia 18 de março será feriado nacional em memória aos mais de seis mil mortos em função da pandemia de Covid-19. A data também foi criada em reconhecimento ao esforço da população, trabalhadores e voluntários no combate ao vírus, ainda em curso no país.

Além do dia de descanso, os trabalhadores da linha de frente da área da saúde também receberão um pagamento no valor de mil euros como forma de agradecimento pela dedicação no enfrentamento ao coronavírus. Equipes que atuam na limpeza e em portarias do setor público de saúde também estão qualificadas para receber o bônus. O pagamento, que deve ser efetuado até o final de março, será estendido ainda aos trabalhadores do setor privado alocados em asilos e hospícios durante a pandemia. 

“Decidimos tomar essa decisão agora de um feriado, em vez de esperar até que a pandemia termine, porque muitas pessoas já se dedicaram muito. A data também está próxima ao segundo aniversário do início da pandemia na Irlanda” – afirmou Leo Varadkar, ministro de Empresas, Negócios e Emprego.

O novo feriado do dia 18 de março cairá em uma sexta-feira, um dia após o conhecido “Dia de São Patrício”, ou Saint Patricks Day, em inglês, que ocorre anualmente no dia 17 de março. Com isso, neste ano, os trabalhadores poderão ter até quatro dias seguidos de folga, que vai da quinta-feira (17) ao domingo (20).

Saiba quem terá direito ao pagamento de mil euros

• Trabalhadores do serviço público de saúde e ambulância;

• Aqueles destacados ou designados para o Serviço Nacional de Saúde irlandês (HSE, sigla em inglês)

• Alunos supranumerários – equivalente aos estudantes em residência universitária – requeridos a realizar treinamento em centros clínicos.

• Funcionários em lares de idosos e hospícios do setor privado afetados pelo Covid-19

O pagamento será efetuado de acordo com o regime de trabalho dos candidatos ao benefício, diferenciando os que trabalharam em tempo integral dos que se dedicaram em turnos de meio período. Além disso, o governo também ressaltou que o bônus não sofrerá desconto de imposto de renda ou qualquer outra taxa.

Compartilhar

1 Comment

Comments are closed.