Temporais causam mortes na França e bombeiros resgatam 280 pessoas

A França enfrenta uma série de tempestades desde a última terça-feira (14) que já causaram, pelo menos, nove mortes no litoral sul do país. As informações são das prefeituras e Corpo de Bombeiros dos departamentos de Aude, Bouches-du-Rhône e Hérault, no sudeste francês. Segundo os salva-vidas, as vítimas nadavam nas praias quando foram atingidas por fortes ondas, causadas pelas tormentas que castigaram a região nos últimos dias.

A cidade de Gard, que fica a cerca de 740 quilômetros de Paris, é uma das mais atingidas pelos temporais. O município registrou alagamentos em diversas ruas e casas. Os profissionais já realizaram 280 operações de resgate no local. As ações mobilizaram pelo menos 500 bombeiros e mais de 400 policiais, além de helicópteros que auxiliaram nas operações.

Houve também registro de falta de energia em pelo menos mil residências, conforme informações da prefeitura municipal. As autoridades não informaram se existem pessoas desabrigadas e ainda contabilizam os danos causados pela forte chuva. Nesta quinta-feira (16), o alerta foi rebaixado de laranja para amarelo e as aulas foram retomadas na maior parte das escolas, mas as orientações aos moradores da região é que permaneçam atentos.

De acordo com a mais recente atualização do Serviço Meteorológico e Climático da França, o Météo-France, seis departamentos seguem sob estado de alerta laranja. O porta voz do governo, Gabriel Attal, confirmou que a França vai declarar, na próxima semana, Estado de Catástrofe Natural por causa dos estragos provocados pela tempestade. As autoridades afirmam ainda que irão prestar auxílio às vítimas da inundação e que estarão ao lado dos moradores na reparação dos danos.

Compartilhar