Portugal impõe teste ou certificado Covid-19 em restaurantes no fim de semana


A partir deste final de semana, um teste negativo de Covid-19, certificado de vacinação ou um de recuperação será necessário para acesso à área interna de restaurantes em Portugal. A regra é valida para estabelecimentos localizados em 60 municípios portugueses, incluindo Lisboa e Porto, as duas maiores cidades do país.

A apresentação das provas negativas será exigida a partir das 19h de sexta-feira e durante todo o final de semana. Crianças menores de 12 anos e profissionais que trabalham nos locais ficam isentos da nova medida.

A novidade foi apresentada após o Conselho de Ministros desta quinta-feira (8). Ao mesmo tempo, os locais estão autorizados a atenderam até às 22h30min aos sábados e domingos. Até então, o horário máximo de funcionamento era às 15h30min.

Segundo a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, um dos objetivos da exigência do certificado ou teste é a “normalização dos horários”. A iniciativa havia sido solicitada por associações do setor de turismo. A ministra não informou até quando a medida é válida.

Outra regra é a exigência do mesmo tipo de prova para acesso a hotéis e alojamentos. A apresentação deve ser feita na hora do check in do local, independente do dia da semana.

Conforme o governo, além do certificado, que pode ser retirado pelo site do Serviço Nacional de Saúde (SNS), serão aceitos quatro tipos de testes:

– PCR realizado até 72 horas antes da utilização;

– Antígeno realizado em laboratório nas últimas 48 horas;

– Teste rápido com no máximo 24 horas, desde que seja feito na presença de um profissional farmacêutico que ateste, com documento, o resultado negativo;

– Teste rápido realizado na hora da entrada no estabelecimento, com a presença de profissional que trabalhe no local;

Quem desrespeitar as medidas está sujeito a uma multa que vai de 100 até 500 euros. Conforme a ministra, haverá fiscalização das autoridades para que a regra seja cumprida.

Em relação à entrada e saída da Área Metropolitana de Lisboa (AML), o governo retirou a exigência da certificação. No entanto, está mantido o toque de recolher noturno, a partir das 23h. A medida, agora, é válida para 60 municípios do país.

Confira os municípios em que há exigência de teste ou certificado nos restaurantes:

Albufeira, Alcochete, Almada, Amadora, Arruda dos Vinhos, Avis, Barreiro, Cascais, Faro, Lagos, Lisboa, Loulé, Loures, Lourinhã, Mafra, Mira, Moita, Montijo, Mourão, Nazaré, Odivelas, Oeiras, Olhão, Porto, Santo Tirso, São Brás de Alportel, Seixal, Sesimbra, Silves, Sintra, Sobral de Monte Agraço, Vagos e Vila Franca de Xira.

Albergaria-a-Velha, Alenquer, Aveiro, Azambuja, Bombarral, Braga, Cartaxo, Constância, Ílhavo, Lagoa, Matosinhos, Óbidos, Palmela, Paredes de Coura, Portimão, Rio Maior, Salvaterra de Magos, Santarém, Setúbal, Sines, Torres Vedras, Trancoso, Trofa, Viana do Alentejo, Vila Nova de Famalicão, Vila Nova de Gaia e Viseu.

Compartilhar

4 Comments

Comments are closed.