Portugal abre inscrições para mais de 52 mil vagas em universidades públicas

Segundo o governo, houve aumento de 2% nas vagas em relação ao ano passado. Foto: Canva


Portugal abriu, nesta sexta-feira (6), as candidaturas nas universidades públicas do país. Nesta edição, o governo disponibilizou 52.242 vagas, distribuídas em mais de 30 universidades. O processo é conhecido como “Concurso nacional de acesso ao ensino superior”.

Segundo nota da Direção de Ensino Superior (DGEs), houve um aumento de 2% no número de vagas em relação ao ano passado. As inscrições terminam no dia 20 de agosto.

O processo seletivo em Portugal prevê uma série de etapas, que começam ainda em março, com o pedido de senha para inscrição. A primeira fase de provas ocorreu em julho e a segunda está marcada para setembro, após a fase de candidaturas ao concurso.

Nesta edição, também é permitido concorrer às vagas com a nota dos exames realizados em 2020. Os primeiros resultados serão divulgados no final de setembro.

Estudantes do Brasil

Brasileiros que já residem em Portugal podem concorrer às vagas, desde que possuam o Estatuto de Igualdade, documento que pode ser atribuído aos imigrantes com Autorização de Residência (AR). Também são admitidos os que tenham cidadania portuguesa.

No caso de estudantes que ainda residem no Brasil, os procedimentos variam conforme cada universidade. É permitido utilizar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para concorrer.

No final de julho, o governo português propôs a simplificação da concessão de vistos aos estudantes internacionais. Segundo a Direção Geral de Estatísticas da Educação na Ciência (DGEEC), atualmente, 18.144 estudantes brasileiros estão inscritos nas universidades do país.

De acordo com o Relatório de Imigração e Asilo, divulgado em junho deste ano, 12.285 vistos de estudo foram concedidos no ano passado. Destes, aproximadamente cinco mil foram para brasileiros.

Os estudantes do Brasil também lideram, entre os estrangeiros, a concessão de bolsas de doutorado em Portugal. Nesta edição, 143 brasileiras e brasileiros irão receber os recursos da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), que realiza o maior concurso anual do país.

Compartilhar

1 Comment

Não é possível deixar seu comentário no momento.