Vacinação e reabertura ao turismo triplica voos entre países europeus

A evolução das campanhas de vacinação contra Covid-19, seguida da reabertura do turismo a viajantes imunizados, provocou um aumento das viagens de avião entre os países da União Europeia (UE). Entre janeiro e agosto deste ano, o volume de voos dentro do bloco triplicou, passando de 156,8 mil para 478,9 mil viagens, segundo dados da Organização Europeia para a Segurança da Navegação Aérea (Eurocontrol, sigla em inglês).

De junho a agosto, o fluxo de viagens comerciais áereas teve um aumento de 176 mil voos na UE. No mesmo período, por exemplo, a porcentagem da população totalmente vacinada, que reside no bloco, passou de 26% para 59%, segundo dados do Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC, sigla em inglês). No dia 1º de julho deste ano, a União Europeia também lançou o Certificado Digital Covid-19, que reabriu o bloco para o turismo de vacinados ou viajantes testados contra a doença.

Números atuais ainda estão distantes da realidade pré-pandemia

Embora o número de voos registrados nos países da União Europeia tenha crescido em 2021, os patamares atuais ainda estão longe de serem equiparados aos registrados antes da pandemia de Covid-19 atingir a Europa, no início do ano passado. As 478,9 mil viagens comerciais aéreas registradas em agosto ano são 31% menores do que as contabilizadas no mesmo mês de 2019, segundo o Escritório de Estatísticas da União Europeia (Eurostat).

Nesse cenário, a Grécia é o país mais próximo de alcançar os mesmos números de voos comerciais registrados antes da pandemia. Atualmente, o território grego está apenas 7% abaixo da média de viagens aéreas de agosto de 2019, seguido de Romênia (18% abaixo) e Croácia (22% abaixo).

Por outro lado, a a Finlândia e a Irlanda são os países mais distantes de recuperar os níveis anteriores à pandemia de Covid-19, com desempenho atual (agosto) 60% e 55% inferiores, respectivamente, ao mesmo período de 2019.

Compartilhar