Romênia: operação prende acusados por transporte ilegal de imigrantes

Uma investigação conjunta da polícia da Romênia, da Alemanha e da Europol resultou na prisão de integrantes de uma quadrilha suspeita de fazer o transporte ilegal de imigrantes, na maioria afegãos, para países da Europa Ocidental. De acordo com o comunicado divulgado pela Europol nesta quarta-feira (6), ao todo, 21 pessoas foram detidas na operação policial realizada na última terça-feira (5), em três cidades romenas. Entre os presos, estão 16 de nacionalidade afegã, quatro romenos e um iraniano.

De acordo com os investigadores, a rede atuava desde maio de 2020 e cobrava entre mil e dois mil euros para organizar o transporte e a acomodação dos imigrantes em pontos de trânsito. Segundo informações fornecidas pela Europol, os afegãos eram transportados na caçamba de caminhões de grande porte, principalmente para a França e para a Alemanha. Relatos apontam que os imigrantes viajavam sem o conhecimento dos motoristas das carretas, entre as mercadorias, ”suportando baixas temperaturas e condições desumanas durante vários dias de transporte”.

O relatório policial indica que as vítimas eram recrutadas em campos de refugiados e nas residências para requerentes de asilo, nos condados de Timiş e Arad, na Romênia. Cerca de 200 pessoas já teriam utilizado o serviço oferecido pela organização criminosa. 

Na operação de ontem (5), a polícia ainda identificou outros seis suspeitos de integrarem a rede de contrabando, além de apreender dinheiro, celulares, equipamentos eletrônicos e morfina.

Compartilhar