Áustria proíbe entrada de não vacinados em restaurantes e hotéis

O governo austríaco apertou as medidas contra os não vacinados. Foto: Canva


A partir desta segunda-feira (8), pessoas não vacinadas na Áustria serão proibidas de entrar em diversos locais públicos e privados, como restaurantes, hotéis, teatros, eventos culturais, atividades esportivas e em salões de beleza. Antes, o acesso era possível aos não imunizados por meio de um teste negativo para Covid-19. Além do certificado de vacinação, a prova de recuperação da doença continua sendo aceita. De acordo com o chanceler austríaco, Alexander Schallenberg, a situação no país “é muito séria”. 

Os detalhes das medidas foram publicados pelo Ministério da Saúde austríaco na noite deste domingo (7). Segundo o comunicado oficial, a lista completa inclui os bares e locais de diversão noturna, eventos com mais de 25 pessoas, mercados de natal e visitas em hospitais e lares de idosos, com exceção de visitas de apoio ou acompanhamento. A máscara do tipo PFF2 também será obrigatória. 

O governo declarou que o objetivo da nova medida é incentivar as pessoas a se vacinarem. A partir de agora, quem decidir ser imunizado nos próximos dias, terá a chance de apresentar um teste PCR negativo até o dia 6 de dezembro para ter acesso aos locais.

As crianças menores de 12 anos estão isentas das medidas. Já os adolescentes entre 13 e 15 anos podem comprovar a certificação através do passe sanitário exclusivo para estudantes, chamado de “Ninja Pass”. Depois dos 15 anos é necessário fazer a mudança para o passe de adultos, com exigência de vacinação ou recuperação.

De acordo com comunicado oficial, a vacinação “é a única arma contra a quarta onda” da Covid-19. Ainda segundo o governo austríaco, o objetivo não é “criar uma divisão entre a população”, mas sim, proteger os cidadãos: “É simplesmente nossa responsabilidade proteger as pessoas em nosso país”, declarou no documento.

As autoridades acrescentaram que a imunização protege não só cada indivíduo, mas também “amigos, familiares e colegas”. Não foi informada uma data para o fim das restrições. Segundo dados oficiais, estão internados 1.475 pacientes com Covid-19, além de outros 350 em terapia intensiva. Atualmente, 63% de toda a população da Áustria está totalmente vacinada.

Compartilhar

2 Comments

Comments are closed.