Produção de cerveja na Irlanda cai pela metade em 2021

Com o fechamento de bares, hotéis e restaurantes devido à pandemia, a produção de cerveja na Irlanda caiu quase pela metade em 2021 no comparativo com o ano anterior. O relatório anual, divulgado nesta terça-feira (10) pela Associação Drinks Ireland | Beer, aponta uma queda de 46%, com 382,8 mil litros de cerveja produzidos no país. 

Em 2020, a Irlanda terminou o ano como o 12º produtor de cerveja da Europa, com a fabricação de 710 mil litros da bebida. No mesmo ano, a Alemanha liderou o ranking publicado pelo Statista com 8,7 milhões de litros produzidos.

Segundo o relatório divulgado hoje (10), foi registrada queda de 1,3% nas vendas e uma diminuição de 2,3% no consumo per capita de cerveja. No ano passado, a média de consumo anual por pessoa foi de 60,7 litros da bebida.

Por meio de nota, a associação de cervejarias avaliou que “o consumo geral de álcool continua a diminuir drasticamente na Irlanda”. A entidade já havia indicado que, no primeiro semestre de 2021, o consumo atingiu o menor índice dos últimos 30 anos. “Esta queda é resultado do fechamento do setor de hospitalidade, mas também está em linha com a tendência de longo prazo de declínio do consumo na Irlanda”, apontou a Drinks Ireland, que é um dos setores da Confederação Irlandesa de Empresas e Empregadores.

Por outro lado, a cerveja sem álcool aumentou a participação no mercado de 1,1% em 2020 para 1,5% em 2021. Em 2017, o produto representava somente 0,4% das vendas. Já o valor das exportações de cerveja caiu 3% no ano passado, atingindo € 246 milhões. O principal destino foi o Reino Unido, seguido pelos Estados Unidos e França.

A entidade que reúne as cervejarias da Irlanda destacou que os produtores buscam impulsionar a recuperação do setor, mas enfrentam pressões externas, como a inflação: “As cervejarias irlandesas estão agora trabalhando para retornar ao crescimento. Vimos algumas tendências interessantes nos últimos anos, como o crescimento da cerveja sem álcool, que esperamos continuar”, destacou o diretor da área de cervejas da Drinks Ireland, Jonathan McDade. 

A entidade também quer que o governo reduza o imposto especial de consumo sobre as bebidas alcoólicas. Atualmente, a Irlanda tem a terceira maior taxação sobre a cerveja, atrás somente da Finlândia e do Reino Unido.

Desde 2018, a Irlanda possui uma legislação específica para reduzir o consumo de álcool no país. A Lei de Saúde Pública (Álcool) prevê medidas de restrição nas vendas, o que inclui a proibição de promoções para compra de bebidas alcoólicas, por exemplo. Entre as metas do governo, está atrasar o início de consumo de álcool por crianças e adolescentes, a redução de danos causados pelo uso indevido de álcool e a regulação da oferta e do preço de bebidas.

Compartilhar