Irlanda vai regularizar milhares de imigrantes sem documentação em 2022

Quase 17 mil imigrantes sem permissão de residência, que vivem na Irlanda atualmente, serão regularizados no país, conforme anúncio do Departamento de Justiça nesta sexta-feira (3). O número de beneficiados é uma estimativa, mas tem servido de referência para o lançamento do novo esquema de regularização. O programa será lançado em janeiro e terá duração inicial de seis meses.

A medida aceitará pedidos de famílias ou estudantes que comprovem residência sem documentação na ilha nos últimos quatro anos ou mais. Famílias com crianças, no momento da aplicação para o esquema, terão o período mínimo exigido para três anos.

Com a permissão, os imigrantes poderão acessar, sem restrições, o mercado de trabalho e serviços públicos irlandeses. A regularização também permitirá que os beneficiádos solicitem a naturalização (cidadania) irlandesa após cinco anos de residencia no país, conforme regra atual.

“Há também benefícios econômicos, tanto para os beneficiários que têm acesso ao mercado de trabalho e que podem se beneficiar de um leque mais amplo de oportunidades de emprego, quanto para o Estado em termos de aumento da arrecadação de impostos e contribuições para a previdência social”, destacou a ministra da Justiça, Helen McEntee.

O esquema tambem aceitará candidaturas de imigrantes com ordem de deportação em vigor. Esses candidatos, no entanto, também devem atender aos critérios de tempo mínimo para a solicitação (quatro anos ou três anos em caso de haver criança na família).

Além dessas regras, os imigrantes que decidirem participar do esquema deverão ter o bons antecedentes criminais e não representar uma ameaça para o Estado. O governo irlandês destaca que pequenos delitos não são impeditivos para solicitação da regularização. Cada candidato deverá pagar uma taxa de 700 euros para ter o pedido considerado pelo Departamento de Justiça irlandês.

Compartilhar

1 Comment

Comments are closed.