Irlanda supera 7,8 mil casos de Covid-19 e Governo mantém escolas fechadas


A Irlanda atingiu o pico de infecções por Covid-19 desde o início da pandemia nesta quarta-feira (6), quando 7.836 diagnósticos positivos para a doença foram registrados. Nesse cenário de aumento nos casos de coronavírus no país, principalmente após o Natal, o Governo irlandês voltou a anunciar restrições como tentativa de conter o avanço da doença. O retorno das aulas presenciais mais uma vez foi adiado. As escolas devem ficar ficar fechadas, apenas com aulas online, até o dia 1º de fevereiro.

O primeiro-ministro, Micheál Martin, anunciou ainda que, a começar no próximo sábado (9), o país vai voltar a receber voos da Grã-Bretanha e da África do Sul. No entanto, todos os passageiros que chegarem aos aeroportos e portos irlandeses vindos dessas regiões precisarão apresentar resultado negativo para Covid-19, a partir de um teste PCR feito até 72 horas antes da chegada à Irlanda. A medida será válida até, ao menos, dia 31 de janeiro.

Martin confirmou ainda que o pagamento do benefício para trabalhadores que perderam o emprego em decorrência da pandemia será mantido até o dia 31 de março, com os valores atuais. As taxas de pagamento variam entre €203 e €350 semanais, dependendo do último salário. Nesta semana, 335,6 mil pessoas receberam o subsídio.

O setor da construção civil também terá as atividades paralisadas a partir das seis horas da tarde desta sexta-feira (8). As exceções são para obras realizadas para a área da saúde, projetos de habitação social e reparo, manutenção e construção de infraestrutura crítica de transporte e serviços públicos. Outra mudança está na entrega de produtos, que não poderão mais ser coletados nos estabelecimentos. A partir de hoje, só pode ser aceita a modalidade de entrega.

Exceções para o fechamento das escolas

Apenas escolas onde há oferta de educação especial (escolas especiais e classes especiais) e com ambientes especializados poderão reabrir no dia 11 de janeiro. Além disso, todos os alunos do 6º ano, que estão em momento de conclusão de curso, devem frequentar a escola 3 dias por semana, a partir do dia 11. A retomada das aulas para pré-escolas também foi adiada para o dia 1º de fevereiro. Já os serviços de acolhimento de crianças, incluindo creches e babás regulamentadas, ficarão abertos apenas para crianças vulneráveis ​​e filhos de trabalhadores essenciais.

Recorde de pessoas hospitalizadas

A Irlanda atingiu outra marca que preocupa as autoridades de saúde: nesta quarta, 921 pessoas estão internadas em hospitais devido à Covid-19. Esse é o maior número registrado desde a metade de abril, com 881 hospitalizações em um mesmo dia.

Ainda segundo dados do Departamento de Saúde, foram registradas 17 mortes, o que totaliza 2.229 óbitos no país por conta da doença. Já são 121.154 casos confirmados de coronavírus desde o início da pandemia.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.