Irlanda: restaurantes reabrem área interna para vacinados nesta segunda


A partir desta segunda-feira (26), os restaurantes, pubs e cafés da Irlanda poderão voltar a servir refeições nas áreas internas. Os clientes, no entanto, precisam estar totalmente vacinados ou terem se recuperado da Covid-19 nos últimos 180 dias. Os estabelecimentos, após seis meses fechados, estão oferecendo atendimento apenas em ambientes externos desde o dia 7 de junho deste ano.

De acordo com as regras divulgadas pelo governo, as pessoas devem apresentar o Certificado Digital Covid da União Europeia (UE), um comprovante de vacinação ou outra prova de imunidade para consumir dentros dos locais. Além disso, pode ser solicitado um documento de identidade para comprovar a veracidade dos certificados apresentados.

As pessoas de fora da UE podem apresentar certificados equivalentes emitidos nos países de origem. Os estabelecimentos irão manter o nome e telefone de contato por um período de 28 dias com o objetivo de rastrear os clientes caso haja algum caso de contaminação por coronavírus.

Outra obrigatoriedade está no controle de pessoas que circularem entre áreas internas e externas, como por exemplo, para fumar. Os restaurantes e pubs devem adotar um sistema de identificação para evitar que pessoas não autorizadas possam sentar do lado de dentro dos locais.

Os estabelecimentos devem recusar a entrada de pessoas que não puderem apresentar os documentos solicitados. Os negócios que não cumprirem as novas regras estarão sujeitos a multas ou até mesmo a serem fechados.

A reabertura será possível devido à aprovação de uma lei pelo Parlamento irlandês, sancionada na última semana pelo presidente Michael D. Higgins, que permite apenas às pessoas vacinadas e recuperadas fazer refeições dentro dos restaurantes, pubs e cafés. Crianças e adolescentes de até 18 anos, acompanhadas de adultos, também poderão ser atendidas.

Outras regras

Assim como ocorre nas áreas externas, será permitido um número máximo de seis pessoas com 13 anos ou mais em uma mesma mesa, podendo chegar ao número máximo de 15 pessoas, caso tenham crianças menores de 12 anos. Não há limite de tempo para que as pessoas fiquem no local, nem obrigatoriedade de pré-agendamento.

As regras de saúde pública devem ser mantidas, especialmente no que diz respeito ao uso de máscaras sempre que possível e as refeições só podem ser servidas nas mesas para proteger os trabalhadores que ainda não tiverem sido vacinados. Os estabelecimentos devem fechar até as 11h30 da noite.

Compartilhar