Irlanda confirma três casos da variante brasileira de Covid-19

A variante já também foi identificada na França, Alemanha, Itália, Holanda e Espanha.


O Governo da Irlanda confirmou, na noite desta sexta-feira, que o país registrou três casos de infecção com a variante brasileira da Covid-19. Todos os diagnósticos estão relacionados a viagens recentes ao Brasil.

Segundo o Centro de Vigilância de Proteção à Saúde da Irlanda, “os casos estão sendo acompanhados por equipes de saúde pública e ações de saúde pública aprimoradas foram implantadas, de acordo com as diretrizes”.

Atualmente, por lei, qualquer pessoa que tenha viajado recentemente precisa realizar quarentena obrigatória, em casa, de 14 dias. Além disso, os viajantes também devem realizar um teste gratuito para Covid-19 nos centros locais de saúde local (GP) do país cinco dias após chegar à Irlanda. Independente do resultado do teste, no entanto, o período de quarentena deve ser cumprido integralmente por duas semanas.

A Irlanda não é o primeiro país a detectar a variante brasileiro de Covid-19. A doença já foi identificada na França, Alemanha, Itália, Holanda e Espanha. Até o momento, pelo menos dois pontos sobre esta nova cepa permanecem sem resposta, segundo o governo irlandês: se há maior transmissibilidade e se o vírus brasileiro afeta a eficácia das vacinas que têm sido produzidas para combater o coronavírus.

Nesta sexta-feira, o Departamento Nacional de Saúde (HSE, sigla em inglês) confirmou mais 763 novos casos de Covid-19 na Irlanda, chegando ao total de 213,4 mil casos da doença registrados desde o início da pandemia no país. Nas últimas 24 horas, mais 28 mortes foram contabilizadas em função da doença na ilha.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *