Governo mantém pubs e casas noturnas fechadas na Irlanda


O Governo irlandês decidiu manter os pubs e as casas noturnas fechados no país por, pelo menos, mais três semanas. A decisão foi anunciada nesta terça-feira (4) pelo primeiro ministro da Irlanda (Taoiseach), Micheál Martin. Os bares de hotéis e cassinos também devem permanecer com as portas fechadas, ordenou o Governo.

“Primeiramente, eu sei que isso será uma decepção para muitas pessoas, o Gabinete (Governo) concordou em continuar com atuais medidas de saúde que estão em vigor. Pubs, bares de hotel, casas noturnas e cassinos irão permanecer fechados. Também as restrições relativas a aglomerações em locais fechados e abertos irão permanecer sem mudanças. Vamos revisar isto novamente em 3 semanas”, declarou o primeiro-ministro irlandês.

Nas últimas duas semanas, o número médio de casos diários de Covid-19 mais do que dobrou na Irlanda. Do dia 22 a 28 julho, a média diária foi de 18 casos confirmados de coronavírus. Na semana seguinte, entre os dias 29 de julho e 4 de agosto, esta taxa subiu para 46 casos por dia.

Média de casos diários de Covid-19 cresceu nas últimas duas semanas – Gráfico: Agora Europa

Leia também
– Empresas projetam contratar quase 350 mil trabalhadores em Portugal
– Em meio a investigações, rei emérito da Espanha abandona o país

Irlanda remove países de lista verde

O Governo irlandês também removeu 5 destinos que faziam parte da “lista verde” de países cujos passageiros poderiam acessar a ilha sem a necessidade de realizar quarentena de 14 dias: Chipre, Gibraltar, Malta, Mônaco e San Marino foram retirados da relação de países considerados seguros para viagens. A partir de agora, passageiros oriundos destes 5 destinos também precisarão ficar isolados ao retornar para a Irlanda. Os destinos que seguem na lista são: Eslováquia, Estônia, Finlândia, Grécia, Groelândia, Hungria, Itália, Letônia, Lituânia e Noruega.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.