Airbnb e Safe Ireland se unem para ajudar vítimas de violência doméstica

Empresa ofecerá acomodação gratuita para vítimas. Foto: AirbnB – Divulgação.


Medidas de segurança tomadas devido ao Coronavírus reduziram em 25% a capacidade de acomodações designadas a vítimas de violência doméstica na Irlanda. Para suprir a necessidade no País, a organização Safe Ireland iniciou uma parceria com o Airbnb, visando aumentar o número de vagas disponíveis.

A multinacional irá oferecer vagas temporárias para mulheres vítimas de violência, que seguirão recebendo acompanhamento de especialistas. Os custos de acomodação serão subsidiados pela Airbnb, que contará com apoio de hoteis parceiros da rede.

Leia mais
Violência doméstica aumenta 11,4% em Portugal

Caitriona Gleeson, gerente de programa e comunicação da Safe Ireland, celebrou a parceria, considerada fundamental em um momento em que mulheres podem ficar ainda mais suscetíveis a situações de risco.

“A pandemia lançou luz sobre a epidemia de violência doméstica que continua neste país. Também provocou uma incrível demonstração de empatia, , compreensão e apoio aos sobreviventes presos com agressores. A segurança das acomodações é essencial para que mulheres e crianças possam dar o primeiro passo em direção à liberdade e à recuperação”, concluiu.

Auxílio para alugueis também será disponibilizado

Nova regra também foi aprovada neste mês pelo governo federal, para facilitar auxílio no pagamento de alugueis. De acordo com a mudança, vítimas de abuso doméstico terão acesso imediato a um auxílio de três meses, podendo ser extendido por até seis meses.

“Como defensora de longa data em nome daqueles que sofrem tal abuso, estou determinada a que ninguém sofra traumas adicionais durante a atual crise de saúde”, afirmou a ministra do Emprego e Proteção Social, Regina Doherty.

O número de ligações relacionadas a casos de abuso doméstico aumentou 25% comparado ao mesmo período de 2019, de acordo com dados divulgados no início do mês pela Garda Síochána, a polícia Irlandesa. No início de abril, a Garda Síochána iniciou a operação Faoiseamh, visando reduzir o número de vítimas durante a pandemia, já que as mesmas estariam à mercê de possíveis agressores durante a quarentena.

Linhas de apoio estão disponíveis em 38 cidades pela Irlanda. Vítimas de violência podem entrar em contato gratuitamente pelo 1800341900 em Dublin. O serviço está disponível 24 horas, todos os dias. A lista completa para outras localidades podem ser encontrados no  website da organização Safe Ireland.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.