Brasileiro suspeito de matar companheira se entrega à Polícia francesa

Os dois filhos do casal estão sob proteção da Justiça francesa. Foto: Reprodução/Facebook

O brasileiro Rodrigo Martin, de 27 anos, suspeito de matar a esposa a golpes de faca, se entregou à polícia na noite de ontem (26), de acordo com a delegacia de Choisy-le-Roi, subúrbio de Paris. Na sexta-feira (25), Franciele Alves, de 29 anos, foi encontrada com quatro ferimentos no corpo, por volta das 21h, no apartamento do casal, em Champigny-sur-Marne, também no subúrbio da capital.

A polícia foi chamada ao local por uma vizinha, que havia escutado uma discussão e em seguida recebeu Rodrigo em sua porta, pedindo que ela chamasse a polícia. Na sequência, o brasileiro se dirigiu até a casa do seu chefe, a 700 metros do local do assassinato, e entregou os dois filhos do casal, de 2 e 4 anos, que agora estão sob proteção da Justiça francesa. A polícia, então, iniciou as buscas ao suspeito, que terminaram na noite deste sábado.

Quatro dias antes do crime, Franciele havia postado em suas redes sociais uma mensagem contendo o trecho: “Se relacionar com alguém que só te faz sofrer é se entregar à morte e esperar que ela não vá acontecer.” O caso é tratado como feminicídio. No Brasil, eles residiam no Paraná, antes de se mudarem para a França há dois anos.

Há grande comoção nas redes sociais entre brasileiros que residem na França, principalmente em relação aos filhos do casal. Ajudas para o translado do corpo ao Brasil estão sendo coletadas por meio de um grupo no aplicativo WhatsApp. Mais informações podem ser encontradas no grupo “Brasileiros Morando em Paris”, no Facebook.

 

Leia mais

– ATAQUE EM PARIS: dois feridos em atentado em frente à antiga sede do Charlie Hebdo
– Covid-19: Madri amplia zonas confinadas para frear novos contágios
– Covid-19: França bate recorde de casos a dois dias de novas restrições

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.