Greve paralisa trens na Alemanha por dois dias

A partir das duas horas da madrugada desta quarta-feira (11), pelo menos 75% da frota de trens de passageiros da empresa Deutsche Bahn, na Alemanha, estão inoperantes. O Sindicato dos Motoristas Alemães (GDL, sigla em alemão), convocou a greve na terça-feira (10), iniciando pelos transportes de cargas e estendendo para os de passageiros até a madrugada da próxima sexta (13).

O líder do sindicato, Claus Weselsky, informou que a decisão foi apoiada por 95% dos associados e resulta das negociações salariais para os próximos anos. A demanda dos motoristas é um aumento de 3,2% na remuneração nos próximos 28 meses, bem como um bônus de 600 euros em decorrência da pandemia de covid-19.

Devido às férias de verão, além das dificuldades encontradas para os trabalhadores, a greve deve afetar turistas com viagens marcadas. Porém, segundo o sindicato, o retorno na manhã de sexta-feira busca amenizar o impacto.

A empresa Deutsche Bahn, responsável por gerir a maioria dos trens de longa distância que circulam no país, espera que seu plano de contingência seja capaz de operar um a cada quatro trens. As linhas afetadas, incluindo os trajetos internacionais, foram divulgadas no site da empresa, bem como um formulário para solicitar reembolsos. Em Berlim, a linha S-Bahn, de alta circulação, também terá a frota reduzida.

A companhia tem a expectativa de que a negociação avance para que a greve seja encerrada antes do esperado. A contraproposta da Deutsche Bahn é de 1,5% de aumento salarial no próximo ano.

Embora a paralisação ocorra apenas na Alemanha, o transporte internacional de cargas e passageiros em países que fazem fronteira com o território germânico também pode sofrer alterações. A empresa polonesa PKP Intercity informa que ônibus serão utilizados para substituir as rotas de trem operadas dentro do país. Quem parte da Polônia, vai ter que deixar os vagões em Rzepin, perto da fronteira, para então seguir viagem de ônibus até a Alemanha. Já a empresa Polregio cancelou os trechos, sem apresentar substituições.

Compartilhar

1 Comment

Não é possível deixar seu comentário no momento.