Reino Unido flexibiliza lockdown em busca de uma possível normalidade até o Natal

Medidas concedem maior poder à autoridades locais. (Foto: Divulgação/10 Downing Street/PA)

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou uma série de medidas para facilitar o lockdown na Inglaterra a partir de agosto e implantar um senso de “significativa normalidade” no país até o Natal.

Falando de Downing Street, em Londres, nesta sexta-feira (17), Boris Johnson deixou claro que a partir de agora qualquer pessoa pode usar o transporte público. No entanto, ele incentivou que as pessoas considerem o uso de meios de transporte alternativos quando for possível.

Outra mudança significativa é que os empregadores poderão tomar a decisão de trazer seus funcionários de volta ao trabalho, se isso for seguro em relação ao coronavírus, contrariando a decisão anterior do governo em pedir que as pessoas trabalhem de casa.

Segundo o primeiro-ministro, isso ainda poderia significar “continuar trabalhando em casa”, se o local de trabalho original ainda não estiver seguro ao coronavírus. “O que quer que os empregadores decidam, eles devem consultar de perto seus funcionários e apenas pedir às pessoas que retornem ao local de trabalho se for seguro”, afirmou.

Entre outras mudanças previstas, as autoridades locais terão mais poder em sua áreas para fechar espaços públicos ao ar livre, cancelar eventos ou introduzir ordens locais para as pessoas permanecerem em casa. Esses poderes permitirão às autoridades locais agir mais rapidamente em resposta a possíveis surtos.

Além disso, as autoridades locais poderão fechar setores ou instalações, reduzir o tamanho máximo de reuniões e até mesmo restringir os sistemas de transporte em algumas áreas se for necessário.

Leia mais
Reino Unido anuncia “corredores de viagem”, mas deixa Brasil e Portugal de fora 
Reino Unido: Boris Johnson apresenta plano bilionário para retomada econômica

A partir de 1º de agosto, a maioria dos locais de lazer que ainda permanecem fechados, como boliche, pistas de patinação e cassinos, poderão reabrir, assim como todos os serviços de contato próximo, como esteticistas.

Academias cobertas, piscinas e outras instalações esportivas já possuem reabertura prevista para 25 de julho. Assim como escolas e creches devem reabrir em sua totalidade em setembro. Casamentos com reuniões de até 30 pessoas também podem ser liberados em outubro, entre outros eventos.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.