Governo britânico anuncia 3 bilhões de libras para reforço ao sistema de saúde

Investimento deve apoiar NHS em uma possível segunda onda de contaminação por Covid-19. (Foto: Red Dot)

Falando de Downing Street, em Londres, nesta sexta-feira (17), durante conferência com a imprensa, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou um financiamento adicional de £3 bilhões ao Serviço Nacional de Saúde (NHS – em inglês). A ideia é estar preparado para uma segunda onda de contaminação por Covid-19 no inverno e apoiar a alta demanda de serviços no período.

Boris Johnson também prometeu aumentar a capacidade de testes para 500 mil por dia até o final de outubro, o que ajudaria a identificar casos de coronavírus entre outras doenças sazonais.

Além disso, ele citou aumento no número de ventiladores disponíveis para pacientes em todo o Reino Unido – de 9 mil antes da pandemia para os quase 30 mil atuais – e comentou o aumento na linha de equipamentos de proteção individual para o NHS e assistência social.

Segundo o primeiro-ministro, além da Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte também devem receber fundos adicionais para a temporada.

O número de novos casos de Covid-19 identificados através de testes a cada dia está abaixo de mil. Segundo dados do Departamento de Saúde, o Reino Unido contabiliza 45.119 mortes associadas ao coronavírus.

Revisão urgente no número de mortes

Os anúncios foram feitos no mesmo dia em que Matt Hancock, secretário de Saúde, ordenou também uma revisão urgente dos dados relacionados aos óbitos diários por coronavírus na Inglaterra. Isso porque há preocupações de que o registro de mortes possa ser impreciso devido à maneira de como as mortes estão sendo contabilizadas.

Atualmente, se uma pessoa foi diagnosticada com Covid-19, mas morreu posteriormente por outras causas, a morte ainda seria contada como parte do registro diário de morte por coronavírus.

Leia também
Reino Unido flexibiliza lockdown em busca de uma possível normalidade até o Natal
Governo britânico lança pacote de medidas para apoiar e criar empregos

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.