Vinte países da União Europeia aprovam vacinação para crianças de 5 a 11 anos

*Colaborações de Cristiano Goulart e Tauana Saldanha

Vinte países da União Europeia (UE) já confirmaram que darão início à vacinação contra Covid-19 de crianças entre 5 e 11 anos a partir dos próximos dias. O levantamento foi realizado pela equipe do Agora Europa junto aos 27 Estados-Membros que compõem bloco. Com o recente parecer positivo da Agência Europeia de Medicamentos (EMA, sigla em inglês) para o imunizante Pfizer-BioNtech, os governos avançam com a imunização da faixa etária, que ainda estava de fora do calendário de vacinação na Europa. 

Na Espanha, as primeiras doses chegam na segunda-feira (13). Segundo o Ministério da Saúde espanhol, 3,3 milhões de crianças receberão a injeção a partir de quarta-feira (15). Cada região terá autonomia para conduzir o processo de imunização.

Em Portugal, também a partir da próxima semana, os responsáveis poderão fazer o agendamento da dose para os menores, entre cinco e 11 anos de idade. De acordo com nota oficial do Serviço Nacional de Saúde (SNS), a aplicação das vacinas vai iniciar no dia 18 de dezembro. 

As autoridades organizaram um calendário por idades, que se estende até março, quando as segundas injeções serão aplicadas. Em Portugal, mesmo antes do parecer positivo da Direção Geral de Saúde (DGS), as doses já haviam sido encomendadas pelo governo.

Na França, as primeiras vacinas também começam a ser aplicadas na próxima semana. De acordo com o ministro da Saúde, Olivier Verán, a campanha começa na terça-feira (14) para as crianças “mais frágeis”. A partir do dia 20 de dezembro, a imunização será aberta a todos os demais na faixa etária dos cinco aos 11 anos. 

A Holanda anunciou, na sexta-feira (10), que a imunização dos pequenos foi autorizada após parecer positivo do Conselho de Saúde do país. Segundo comunicado do governo, as vacinas estarão disponíveis a partir da segunda quinzena de janeiro.

Campanha do governo da Áustria

Na Áustria, primeiro país a tornar a vacinação contra a Covid-19 obrigatória, as autoridades de saúde também autorizaram a imunização das crianças a partir dos cinco anos. O Ministério da Saúde austríaco lançou, na quinta-feira (9), uma campanha informativa e de incentivo à vacinação do grupo etário.

O material disponibilizado no site oficial e nas redes sociais foi elaborado em oito idiomas: ‘’Você pode não se lembrar da sua última vacinação. Talvez você também estivesse com um pouco de medo. Você verá, a vacinação acaba rapidamente. Ela protege você de ficar doente”, ressalta o comunicado. O agendamento da primeira dose já está disponível no país.

Na Itália, a Agência Italiana de Medicamento (Aifa, sigla em italiano), anunciou2, no início de dezembro, parecer positivo para a campanha de imunização dos menores. Segundo o Ministério da Saúde, as primeiras doses devem ser administradas no próximo dia 16 deste mês. Algumas regiões já iniciaram o processo de agendamento da vacina. 

É o caso de Piemonte, que abriu as marcações na sexta-feira (10), segundo o governador Alberto Cirio: “Estamos entre as primeiras regiões começando com a vacinação dos menores, mais uma etapa importante para continuarmos colocando a população em segurança”, anunciou em comunicado nas redes sociais.

Na Bélgica, segundo a última nota oficial do conselho consultivo de saúde, é esperado nas próximas semanas uma data para início da campanha de imunização da faixa etária: “A Força-Tarefa de Vacinação fará progressos rápidos na vacinação de crianças menores de 12 anos, dada a importância da vacinação para enfrentar os desafios epidemiológicos na educação”, destaca o documento.

Vacinação avança no Leste Europeu

Na Grécia e na Croácia, conforme as autoridades de saúde, os responsáveis já podem fazer o agendamento da vacinas, que devem começar a ser aplicadas nas próxima semana. Na Hungria, o processo de imunização está agendado para o dia 15 de dezembro e o agendamento já está disponível, segundo informação do Ministério da Saúde.

A República Tcheca também já possui data para o início da vacinação. De acordo com o ministro da Saúde, Adam Vojtěch, as doses começam a ser aplicadas no dias 20 de dezembro. Na Lituânia, o governo confirma a aplicação das primeiras vacinadas na segunda metade de dezembro. Na vizinha Letônia a imunização das crianças também irá ocorrer no final deste mês. Na Estônia, de acordo com o comitê de vacinação, a vacinação da faixa etária está marcada para “meados de dezembro”.

Na Polônia, o governo já confirmou a recomendação da vacina e o início das marcações. No entanto, ainda não definiu uma data para o início da campanha. Ao mesmo tempo, Malta vai oferecer o imunizante às crianças, mas ainda sem data para as primeiras injeções.

Alemanha, Eslováquia, Irlanda e Luxemburgo recomendam para crianças com doenças

A Alemanha também já aprovou a aplicação das vacinas em crianças. A recomendação do Comitê Permanente de Vacinação do Instituto Robert Koch (Stiko, sigla em alemão), é de vacinar aqueles que possuem “doenças pré-existentes”. 

No entanto, conforme o comunicado oficial, as crianças sem comorbidades também podem ser vacinadas, se  pais, mães ou responsáveis legais decidirem. De acordo com o Ministério da Saúde da Alemanha, as doses estarão disponíveis a partir de segunda-feira (13).

O mesmo entendimento é das autoridades de saúde da Irlanda, que recomendaram a vacina para crianças com “uma condição adjacente”, que viva com um adulto imunocomprometido ou com outra criança “com necessidades médicas complexas”.

O Ministro da Saúde, Stephen Donnelly, definiu o avanço como “mais um passo positivo na resposta do nosso país à pandemia de Covid-19”. O governo não informou a data de início das aplicações, mas destacou no comunicado que as autoridades “trabalharão para operacionalizar essas atualizações”.

Na Eslováquia, a recomendação é para crianças “em risco”. O pedido já pode ser feito no site do Ministério da Saúde do país. Em Luxemburgo, as autoridades indicam o imunizante para “vulneráveis” de 5 a 11 anos, além de crianças que convivem com pessoa vulneráveis. Segundo comunicado das autoridades de saúde, as primeiras doses começam a ser aplicadas no dia 14 de dezembro. Na Dinamarca, o comitê de saúde recomenda a vacinação aos menores de 12 anos, de acordo com nota oficial que consta no site do governo.

Não recomendam ou não decidiram

Na Bulgária, Eslovênia, Finlândia e Romênia, não consta no plano de vacinação atual a aplicação dos imunizastes nos menores de 11 anos. No Chipre, o Ministério da Saúde ainda não definiu oficialmente uma data para início da campanha de imunização da faixa etária.

Na Suécia, por enquanto, as autoridades de saúde apenas indicam a imunização às crianças com mais de 12 anos.

Compartilhar

1 Comment

Não é possível deixar seu comentário no momento.