Inglaterra inicia relaxamento do lockdown a partir de março

Pubs e restaurantes poderão reabrir a partir de 12 de abril. (Foto: Canva)

A abertura das escolas em 8 de março será o primeiro passo para a flexibilização do lockdown na Inglaterra. O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou nesta segunda-feira (22), em Londres, o roteiro que o governo britânico deverá seguir para flexibilizar as restrições contra Covid-19. Isso acontece após progressos na campanha de vacinação, que já contemplou mais de 17,6 milhões de pessoas, e na redução dos casos de infecções e mortes por coronavírus no país.

O plano foi dividido em quatro etapas de relaxamento de medidas que almejam um cenário de retorno da socialização entre as pessoas até 21 de junho deste ano. As medidas serão aplicadas na Inglaterra, que passa por seu terceiro lockdown nacional, mas Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales devem seguir parâmetros similares na atenuação das medidas.

Os passos que o governo pretende iniciar prevêem a reabertura das escolas e a possibilidade de que duas pessoas – que não vivam na mesma casa – se encontrem em um ambiente aberto a partir de 8 de março. As visitas a lares de idosos, com diversas restrições, também passam a ser autorizadas.

A partir de 29 de março, indivíduos poderão se reencontrar em áreas abertas, incluindo jardins privados, com familiares ou grupos de até seis pessoas. Além disso, instalações esportivas ao ar livre serão reabertas, como quadra de tênis e basquete, e eventos esportivos formalmente organizados também ficarão autorizados.

Representando a segunda fase do roteiro, em 12 de abril restaurantes e pubs com jardins podem reabrir e servir pessoas em locais abertos. Todo o comércio não essencial também poderá reabrir, com algumas limitações. Na data, por exemplo, salões de beleza, spas, academias, livrarias e zoológicos serão liberados. Férias com a própria família no Reino Unido também serão permitidas.

A partir de 17 de maio, na terceira fase, a maior parte das regras que restringe contato social será suspensa ao ar livre, mas reuniões com mais de 30 pessoas ainda não serão autorizadas. Em locais fechados, será permitido o encontro de até seis pessoas que não vivam na mesma residência e o setor de hospitalidade também será liberado para atuar nessa condição. Apresentações e eventos esportivos com até mil pessoas também serão liberados.

Em 21 de junho, na última etapa prevista, todas as limitações de contato social serão retiradas e casas noturnas e festivais poderão recomeçar, mas um teste de covid-19 será exigido para entrada.

Algumas outras medidas, como viagens internacionais, ainda precisam ser discutidas, mas não devem ser retomadas antes de 17 de maio. O governo deve fazer quatro revisões das medidas até o retorno da flexibilização por completo.

O roteiro completo pode ser acessado no site do governo britânico.

Leia mais:
Reino Unido já vacinou mais de 15 milhões de pessoas contra Covid-19
Quarentena em hotéis da Inglaterra custará 1.750 libras por viajante

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *