Viagens internacionais batem recorde histórico entre moradores de Portugal

A procura por destinos internacionais nunca foi tão alta para quem reside em Portugal. Isso é o que mostram os dados do estudo “Demanda turística dos residentes”, realizado pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE) luso e divulgado nesta sexta-feira (25). Em 2023, os moradores do território português deixaram o país 3,2 milhões de vezes, representando um aumento de 21,5% em relação ao ano anterior.

O período de maior fluxo para fora do país foi registrado em agosto, mês em que os moradores cruzaram a fronteira lusa 548 mil vezes. Espanha, França e Itália foram os destinos preferidos dos viajantes de Portugal.

Quarto trimestre de 2023

No quarto trimestre de 2023, os residentes de Portugal realizaram 5,1 milhões de viagens, um aumento de 2,9% em relação ao mesmo período do ano anterior. Destas, 86,7% foram viagens domésticas, enquanto as viagens para o exterior representaram 13,3% do total.

A visita a familiares ou amigos foi o principal motivo para viagens no quarto trimestre, totalizando 2,6 milhões de viagens. Por outro lado, viagens de lazer, recreação ou férias somam 1,9 milhão de casos, representando 36,1% do total. Enquanto as viagens domésticas foram predominantemente motivadas por visitas a familiares ou amigos, as viagens internacionais foram majoritariamente por lazer.

Hospedagem

A hospedagem em acomodações privadas gratuitas ganhou ainda mais relevância, representando 73,1% das pernoitações em viagens. Em contrapartida, os hotéis e similares foram a segunda opção mais popular, abrigando uma parcela considerável dos viajantes, especialmente aqueles em viagens de negócios.

No que tange à organização das viagens, o uso da internet foi crucial para o planejamento dos turistas. No último trimestre de 2023, 72,9% das viagens internacionais foram organizadas online, evidenciando uma preferência pela conveniência e eficácia das reservas digitais, aponta o relatório.

Compartilhar