Portugal reabre praias com “semáforos” para controlar lotação

Praia da Torre, na Linha de Cascais, durante o desconfinamento. Foto: Lucas Rohan

Da redação, em Lisboa

As praias de Portugal começaram a reabrir para os veranistas neste final de semana com regras rígidas por causa da pandemia. Além do distanciamento físico obrigatório de 1,5 metros entre as pessoas e da proibição de prática de esportes na areia, os banhistas são orientados a evitar as praias lotadas e, para isso, podem consultar a lotação de cada praia através de um aplicativo.

O Info Praia monitora e informa em tempo real a ocupação de cada praia portuguesa com sinais iguais aos de um semáforo: Verde, amarelo e vermelho, dependendo do número de pessoas em cada local. A ideia é evitar a lotação máxima, o que pode provocar a interdição da praia. Segundo o governo, os dados são atualizados em tempo real.

Mas nem todas as praias abriram na mesma data. Isso depende dos governos locais, mas todas devem permitir a presença de banhistas já neste mês de junho. O presidente do país, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, António Costa, caminharam na areia na abertura da temporada de balneário e apelaram ao bom senso dos portugueses.

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, observa a bandeira verde na Praia da Rocha. Foto: Divulgacão

Um conjunto de regras foi implantado:

– É obrigatório o distanciamento social de 1,5 metros entre pessoas que não estejam no mesmo grupo;

– Os grupos devem estar a, pelo menos, 3 metros uns dos outros na areia;

– Estão proibidas atividades esportivas com mais de duas pessoas na areia;

– Podem ser definidos corredores de circulação na costa;

– Os bares e restaurantes são obrigados a higienizar os espaços 4 vezes por dia;

– Funcionários desses estabelecimentos são obrigados a usar máscara e viseira;

– Os banhistas são obrigados a desinfetar as mãos na chegada à praia.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.