Em final inglesa, Chelsea conquista bicampeonato da Liga dos Campeões

Com o bi, a equipe londrina se iguala ao Nottingham Forest, na terceira posição entre os times ingleses com mais títulos da competição, atrás apenas de Liverpool (6) e Manchester United (3). Foto: Chelsea/Oficial


O Chelsea bateu o Manchester City por 1 a 0 na noite deste sábado (29) e sagrou-se bicampeão da Liga dos Campeões da Europa em uma final entre rivais ingleses. O jogo foi disputado no Estádio do Dragão, na cidade do Porto, em Portugal. O gol da vitória dos “Blues” foi marcado pelo alemão Kai Havertz, aos 42 minutos da etapa inicial. A primeira taça da equipe londrina na competição foi conquistada em 2012, frente ao Bayern de Munique.

O título deste sábado marcou a redenção de uma dupla que encerrou de maneira totalmente diferente a competição continental no ano passado. O brasileiro Thiago Silva e o técnico Thomas Tuchel bateram na trave com o Paris Saint-Germain na temporada passada, derrotados na final pelo Bayern de Munique. Tuchel acabou demitido e assumiu o Chelsea no meio da atual temporada. Já o brasileiro chegou ao fim do seu contrato na França e foi acolhido pela equipe inglesa.

A fama de melhor defesa do mundo dada à equipe londrina se confirmou na final em terras portuguesas. Praticamente impenetrável, o time de Thomas Tuchel mostrou superioridade taticamente e soube aproveitar uma das poucas chances da partida para abrir o placar e encaminhar o título. Mais uma vez, o volante francês N’Golo Kanté foi destaque por seus desarmes e sua movimentação e foi escolhido o melhor jogador da partida.

Do outro lado, na primeira final da história do Citizens, o maestro da equipe, Kevin De Bruyne, não estava em uma noite inspirada, o que pesou na qualidade do time comandado por Pep Guardiola. O belga ainda teve de ser substituído aos 14 minutos do segundo tempo após choque com o zagueiro rival Rüdiger. A noite também marcou a despedida do argentino Sergio Aguero, maior artilheiro da história do Manchester City, que foi a campo aos 31 minutos da etapa final, mas não conseguiu ajudar sua equipe a igualar o placar.

Com a conquista deste sábado, o Chelsea se iguala ao Nottingham Forest, na terceira posição entre os times ingleses com mais títulos da Liga dos Campeões. A frente deles estão Liverpool com seis taças e o Manchester United com três. O maior vencedor da competição segue sendo o Real Madrid, com 13 conquistas.

Leia mais:
França realiza show-teste com 5 mil pessoas neste sábado
Turismo: Irlanda libera viagens internacionais a partir de julho
Portugal: variante indiana da Covid-19 aumenta cinco vezes em um mês

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *