Áustria reabre fronteiras aos turistas do Brasil na próxima semana

A partir da próxima segunda-feira (1°), turistas do Brasil poderão viajar para a Áustria. Foto: Canva


Na próxima segunda-feira (1°), a Áustria vai reabrir as fronteiras aos turistas do Brasil. A mudança foi confirmada na manhã desta sexta-feira (29) pelo Ministério Federal austríaco. Com as novas regras em vigor, o território brasileiro passa a ser categorizado como “outros estados”, ou seja, não será mais considerado como zona variante de vírus, que tinha as maiores restrições de entrada. 

Segundo o comunicado oficial, as viagens serão permitidas com a “regra 3G” (vacinados, testados ou recuperados). Caso a pessoa não esteja imunizada ou recuperada, será obrigada a fazer quarentena de 10 dias, podendo ser liberada, no mínimo, no quinto dia após ingressar no território. Também é obrigatório preencher um formulário digital de viagem.

Além das pessoas totalmente vacinadas, com prova de recuperação ou recuperadas com uma vacinação parcial, o governo do país permite que algumas categorias não fiquem em isolamento. É o caso de viajantes a negócios, passageiros em visita a parceiros, menores entre 12 e 18 anos que entram no país acompanhados de pessoas totalmente imunizadas ou para quem “possui motivos familiares imprevisíveis que não podem ser adiados”. 

Conforme as regras do país,as vacinas reconhecidas na Áustria, incluindo vacinas mistas e correspondentes são: BioNtech/Pfizer, AstraZeneca (Vaxzevria e Covishield), Johnson & Johnson (Janssen), Moderna, Sinovac (CoronaVac) e Sinopharm. Essas duas últimas mencionadas são liberadas somente para a entrada no país, não sendo válidas para certificação em hotéis e restaurantes, por exemplo. 

Em relação aos testes, é necessário que o PCR tenha validade máxima de 72 horas. No caso de antígeno, a validade é de 48 horas. Crianças menores de 12 anos não precisam apresentar nenhum dos comprovantes.

A Áustria é um dos últimos países europeus a permitir novamente a entrada de turistas do Brasil. Destinos como França, Espanha, Portugal e Reino Unido já liberaram as viagens nos últimos meses. A Itália é um dos poucos países do bloco europeu que segue vetando a entrada dos brasileiros com motivos não essenciais.

Compartilhar