Vendas de bicicletas disparam na Itália com bônus do governo

Desde 5 de maio, quando as lojas de bicicletas foram reabertas, mais de meio milhão de bicicletas foram vendidas na Itália, de acordo com reportagem do jornal Corriere de la Sera.

A procura é justificada por duas razões principais: o primeiro, a busca de uma alternativa para evitar as aglomerações no transporte público durante a pandemia do Covid-19; o outro motivo é econômico: o governo lançou um bônus para incentivar a aquisição de bicicletas.

O bônus ainda não está “ativo”, no sentido de que os consumidores aguardam o portal do governo para inserir a fatura e solicitar o ressarcimento da bicicleta, o que atingirá 60% das despesas feitas até um máximo de 500 euros.

Segundo a reportagem, 80% das vendas são bicicletas tradicionais, enquanto 20% são bicicletas elétricas ou com pedal. No total, o faturamento gira entre 280 mil a 300 mil euros.

Como acessar o voucher

Se você estiver em conformidade com a documentação que certifica a compra, a próxima etapa é registrar-se no aplicativo que o Ministério do Meio Ambiente está preparando e que também estará acessível do site institucional.

Para se identificar, você precisará de credenciais Spid, o sistema público de identidade digital. Se você ainda não possui um, comece a solicitá-lo, pois o procedimento leva pelo menos alguns dias. No final do registro, no qual os dados pessoais e o Iban da sua conta atual foram inseridos, você terá que esperar de 3 a 4 dias para receber o reembolso.

 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.