Itália vence Inglaterra nos pênaltis e conquista Eurocopa em Londres

Seleção italiana conquistou o título nos pênaltis. Foto: UEFA

A Itália venceu a Inglaterra neste domingo (11) e consagrou-se, pela segunda vez na história, campeã da Eurocopa. A partida aconteceu no Estádio de Wembley, em Londres, na Inglaterra, onde cerca de 67 mil torcedores eram esperados.

O título da Euro 2020 foi decidido nos pênaltis, após o jogo terminar empatado por 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação. Nas penalidades, a Itália venceu por 3 a 2. Durante o tempo normal, a Inglaterra abriu o placar logo aos 2 minutos de jogo com o zagueiro Luke Shaw. A Itália empatou somente no segundo tempo, aos 67 minutos, com Leonardo Bonucci.

Torcedores italianos celebraram título

A 16ª edição do Campeonato Europeu de Futebol, que foi realizada, pela primeira vez, fora da data de origem devido a pandemia de Covid-19, levou milhares de torcedores às ruas em toda a Europa. Ao todo, 11 cidades-anfitriãs sediaram as disputas. 

Em Londres, cidade sede da disputa final e também das semifinais, o clima de otimismo e rivalidade era grande. As bandeiras da Inglaterra e da Itália tomaram lugar nas ruas, prédios e estabelecimentos comerciais desde a última semana, quando também a música Sweet Caroline, o que parece ser o hino não oficial adotado pelos ingleses, era o som mais provável de ser escutado nos bares e pubs do país. 

Após a partida, que terminou por volta das 11 horas da noite, horário local, as celebrações foram iniciadas em diversas partes da cidade. O jogo foi acompanhado em diferentes locais através de transmissão em telões e com limitação de público, considerando que as restrições pela pandemia de coronavírus ainda estão em vigor no Reino Unido.

Na região central da capital inglesa, no entanto, milhares de pessoas estiveram aglomeradas para assistir a final da Eurocopa. Além disso, os torcedores ingleses pediram ao primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, que fosse estabelecido feriado no país na segunda-feira (12), caso a Inglaterra alcançasse o título, o que não ocorreu. 

A maioria dos torcedores italianos presentes na celebração eram de residentes do Reino Unido, tendo em vista que as viagens entre Inglaterra e Itália devem ser feitas respeitando uma série de medidas restritivas devido a pandemia. A Itália continua na lista âmbar, ou seja, viajantes devem fazer isolamento na chegada ao território inglês.

Mensagens de apoio

Para incentivar a Inglaterra na disputa, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, e a rainha da Inglaterra, Elizabeth II, enviaram mensagens de apoio à seleção inglesa. 

O príncipe William, que é presidente da Federação Inglesa de Futebol (FA, sigla em inglês), disse que o time mostrou “o melhor da Inglaterra” e incentivou a equipe para trazer o resultado para casa.

Aumento de casos de Covid-19

Os casos de infecção por Covid-19 continuam aumentando e autoridades médicas inglesas demonstraram preocupação com os jogos da Euro 2020. A recomendação é ainda de que as pessoas usem máscara e mantenham distanciamento social. No entanto, desde o início da manhã deste domingo, filas em pubs e outros locais para assistir a partida podiam ser vistas e contradiziam as recomendações.

Mais de 32,3 mil pessoas testaram positivo ao coronavírus ontem (10) no Reino Unido. O número de infecções diárias pode alcançar 50 mil pessoas por dia, conforme Boris Johnson alertou na última semana, enquanto anunciava a flexibilização de medidas restritivas para o dia 19 de julho. Essas medidas devem ser confirmadas amanhã (12) pelo primeiro-ministro. 

Compartilhar