Casos de Covid-19 disparam e Irlanda limita horário de pubs e restaurantes

O crescimento descontrolado de novos casos de Covid-19 na Irlanda levou o governo do país a recuar no plano de reabertura total das atividades econômicas da ilha. Nesta terça-feira (16), o primeiro-ministro (Taoiseach), Micheál Martin, determinou a retomada de medidas de saúde pública para controlar a proliferação do coronavírus no território irlandês.

A partir desta quinta-feira (18), pubs, bares e restaurantes deverão fechar as portas a partir da meia-noite. A medida ocorre menos de um mês do anúncio do fim da limitação de horários nos estabelecimento, divulgado no dia 22 de outubro. Na última sexta-feira (12), o país chegou a contabilizar 5.483 casos da doença em apenas 24 horas. O número foi o mais alto desde o dia 10 de janeiro, quando 6.888 pessoas testaram positivo para a Covid-19 na ilha esmeralda. Nas últimas 24 horas, mais 4,4 mil casos foram registrados na Irlanda.

“O aumento que estamos experimentando agora é um lembrete dramático do que esse vírus pode fazer e da ameaça que ele continua a representar” – afirmou o Taoiseach.

Micheál Martin também pediu que as empresas retomem o trabalho remoto (home office) a partir de sexta. Na data, cinemas e teatros também devem passar a permitir apenas a entrada de espectadores vacinados ou com atestado de recuperação da Covid-19.

As medidas anunciadas nesta terça-feira não afetam atividades que mais atraem brasileiros para a ilha, como as escolas de inglês, por exemplo. O setor segue aberto para os estudantes estrangeiros desde a segunda metade do mês de outubro.

Compartilhar