França libera acesso para turistas brasileiros vacinados


A partir deste domingo (18), residentes do Brasil completamente vacinados poderão viajar para a França para fins de turismo. A nova decisão do Ministério do Interior francês foi divulgada no início da noite deste sábado (17). Isso significa que pessoas que já tomaram as duas doses de uma das vacinas contra Covid-19 ou receberam o imunizante da Janssen, que requer apenas uma aplicação, poderão embarcar para o território francês sem um motivo essencial para a viagem.

Além disso, o Governo da França também divulgou os critérios para que um turista seja considerado totalmente vacinado, tendo em consideração a fabricante da vacina recebida. Pessoas imunizadas com uma dose da Janssen são consideradas totalmente protegidas, segundo as regras francesas, somente 28 dias após receberem a vacina. Já aqueles que receberam os medicamentos da Pfizer-BioNTech, Moderna ou AstraZeneca poderão embarcar para a Europa sete dias após receberem a segunda dose dos imunizantes.

Até o momento, o governo francês não informou se pessoas vacinadas com a CoronaVac também poderão viajar para o país, já que o imunizante ainda não foi aprovado pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA, sigla em inglês), embora tenha sigo reconhecido pela lista emergencial da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Residentes do Brasil que ainda não estão vacinados, no entanto, seguem sujeitos às regras anteriores, que impõem um motivo essencial para a viagem, segundo o Ministério da Europa e Relações Exteriores francês. O Brasil segue na lista “vermelha” do Governo da França, que considera o país de alto risco epidemiológico.

Apesar de reabrir as fronteiras para turismo de viajantes de países de alto risco, o governo francês segue desaconselhando ‘fortemente viagens da França para países da lista “vermelha”’, conforme aponta o novo comunicado oficial.

Teste PCR para viajantes da UE e do Reino Unido

A partir deste domindo, viajantes não vacinados da Espanha, Portugal, Chipre, Holanda e Grécia deverão apresentar um teste PCR negativo ou um exame antígeno para coronavírus antes de embarcarem para a França. O mesmo vale para passageiros do Reino Unido com destino ao território francês.

Atualmente, a França classifica os demais países em três listas diferentes: “vermelha”, que considera de alto risco epidemiológico; “laranja”, de risco intermediário; e “verde”, que não apresenta risco ou que possui baixas taxas de contaminação por Covid-19 entre a população. O Brasil está, atualmente, na lista “vermelha”, já que também é considerado um país com grande circulação de variantes do coronavírus.

*Em atualização…

Compartilhar

4 Comments

Não é possível deixar seu comentário no momento.