Número de turistas cresce 52% na Espanha em 2021

Barcelona está entre os destinos mais procurados pelos turistas estrangeiros. Foto: Canva

Apesar das restrições impostas pela pandemia de Covid-19, que freou o turismo e as viagens internacionais, o setor na Espanha mostra sinais de recuperação. Mais de 30,2 milhões de turistas visitaram o país de janeiro a novembro deste ano, um aumento de 52% em relação ao mesmo período de 2020, conforme dados divulgados recentemente pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). 

Em 2020, no total, desembarcaram no país 17,8 milhões de pessoas, principalmente da França, Alemanha e Reino Unido. Neste ano, os mesmos países, além da Itália, continuam no ranking dos principais mercados turísticos.

O turismo espanhol para viajantes do Brasil foi reaberto somente em agosto, após meses de restrições. Segundo dados do INE obtidos pelo Agora Europa, 20.582 passageiros brasileiros desembarcaram na Espanha até o mês de outubro, mês que registrou um total de 5,1 milhões de turistas no país. 

Em novembro, o número foi de 4 milhões de passageiros, segundo dados do Ministério do Turismo espanhol, recuperando 70% do mesmo mês de 2019, antes da pandemia de coronavírus. Os principais países emissores continuam sendo o Reino Unido, Alemanha e Itália. 

De acordo com o relatório oficial, o único país não europeu que aparece no ranking é os Estados Unidos, responsável por 3,3% dos viajantes que chegaram à Espanha em novembro. O principal destino dos visitantes no mês passado foi Madri, com 26,6% do total. 

Para a ministra da Indústria, Comércio e Turismo, Reyes Maroto, os dados mostram “confiança pelo alto percentual da população vacinada”. Conforme Maroto, quase 90% da população acima dos 12 anos está totalmente imunizada contra o vírus. 

Verão espanhol estimula a vinda de turistas

De acordo com o instituto, o movimento de turistas começou a aumentar em julho deste ano, quando iniciou a temporada de verão. As Ilhas Baleares, Catalunha e Andaluzia foram os destinos mais procurados no país para passar as férias de verão. Os turistas que mais escolheram as praias e outras cidades espanholas foram os franceses, britânicos e alemães. 

O mês de agosto foi o período com maior registro de visitantes, que totalizaram 5,2 milhões de pessoas.  A maioria dos turistas permaneceu de quatro a sete dias na Espanha. A média foi de 1.146 euros por turista, enquanto ficou em mil euros no ano passado, segundo dados do Ministério do Turismo.

Em 2022 e 2023, o governo espanhol destinará parte dos recursos da União Europeia (UE), através do programa “Next Generation” (próximo geração, em tradução livre), para o turismo, com foco na sustentabilidade. O objetivo, de acordo com documento oficial, é caminhar para um modelo mais “ecológico, digital, acessível a todos e cujos benefícios afetam tanto o setor quanto a população residente. O investimento será de 615 milhões de euros.

Madri é destaque no turismo de negócios

Na Espanha, não é só no turismo de lazer que está em destaque. O setor de negócios também atrai visitantes do mundo todo. Pela terceira vez, Madri foi reconhecida como sede de referência para a organização de eventos profissionais a nível mundial. A capital recebeu o prêmio World ‘s Leading Meetings & Conference Destination na 28ª edição do World Travel Awards, a mais importante premiação internacional do setor de turismo. A entrega do prêmio ocorreu na segunda quinzena deste mês.

A capital espanhola também foi destaque em outros três prêmios internacionais da área, entre eles, o primeiro lugar no Best MICE Destination, que analisa a realização de reuniões, conferências e exposições. Segundo comunicado oficial da prefeitura de Madri, a cidade realizando os eventos de negócios mesmo durante a pandemia, “com o mais elevado padrão de qualidade e o mesmo profissionalismo, apesar das dificuldades que a situação representou”. 

O mesmo está nos planos para 2022, com o desenvolvimento de um “plano de trabalho que permita que Madri continue na vanguarda dos destinos de acolhida de grandes eventos profissionais”. O turismo de negócios representa 13,7% do turismo total da capital espanhola, segundo dados da prefeitura, de 2019, o último relatório disponível. 

O turismo, de um forma geral, é considerado um dos principais pilares da economia espanhola. De acordo com dados do Ministério de Indústria, Comércio e Turismo, o setor representa, atualmente, 11,7% do Produto Interno Bruto (PIB). Estão empregadas na área mais de 2 milhões de pessoas formalmente, 11% a mais do que no mesmo período de 2020. 

Compartilhar