Madri aposta em plano turístico para ser o melhor destino urbano do mundo

Um das ações previstas é realizar espetáculos musicais na Gran Vía, principal rua comercial da capital espanhola. Foto: Canva

 


O governo municipal de Madri quer transformar a capital espanhola no “melhor destino urbano do mundo e uma referência em lazer”. Este é o objetivo do plano estratégico anunciado por Almudena Maíllo, Conselheira da Delegacia de Turismo, para ser executado até 2023: “O desafio é atrair o turista de alto impacto que gera riqueza e valoriza a cultura, o patrimônio, a  artesanato e o comércio local. E que sabe disfrutar, sem pressa, descobrindo o que Madri pode oferecer”, disse Almudena.

A aposta é receber novos visitantes da América do Norte, Oriente Médio e Ásia – especialmente China, que deverá contar com 10 novas opções de voos para Espanha e um escritório de comunicação em Pequim, já em fase de licitação. Além disso, o objetivo é promover os bairros e distritos de Madri com produtos turísticos locais e reforçar a digitalização e sustentabilidade.

Para isso, o governo buscou parcerias na iniciativa privada, desenvolveu alianças com empresas especializadas em turismo e criou mesas de trabalho permanentes com 80 instituições, que possam auxiliar na criação de novos produtos turísticos que envolvam gastronomia, turismo, cultura, artesanato e patrimônio histórico.

Com a nova proposta, as autoridades madrilenhas pretendem aumentar o gasto médio do visitante, em dois dias, de 280 euros para 375 euros e o tempo de hospedagem a 2,5 noites, apostando mais na qualidade do que na quantidade de turistas: “Madri deve mostrar-se ao mundo como a cidade aberta e segura que é e deve demonstrar que é possível seguir com a vida, mesmo que seja de forma diferente”, afirmou Almudena, referindo-se às medidas de restrição e higiene impostas pela pandemia do coronavírus.

O projeto ainda prevê outras ações, como a realização de grandes espetáculos e musicais na Gran Vía, principal rua comercial e cultural da capital, transformando o local em parada obrigatória de visitantes. Também está prevista a formação e capacitação de novos equipes de turismo para poder receber a todos com experiências inéditas, que diferenciem Madri de outros destinos competidores. Serão oferecidas visitas a bairros e distritos da Comunidade de Madri, não limitando a permanência dos turistas apenas à capital espanhola.

Quanto à digitalização das atividades, a ideia é criar um planning experience center (centro de planejamento de experiências) para organizar roteiros personalizados de acordo com o perfil do visitante. Ainda será reforçado o trabalho do Centro de Inteligência Turística, criado em 2013 para fazer uma radiografia do setor na capital, analisando os principais indicadores de Madri e das cidades concorrentes e as tendências e dados dos principais mercados.

O setor de turismo representa 12% do Produto Interno Bruto (PIB) espanhol e a recuperação econômica é refém de um cenário de incertezas. Em 2020, o país perdeu 77% dos visitantes estrangeiros, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) e 78% dos valores gastos pelos turistas.

Madri presente na Feira Internacional de Turismo

De 19 a 23 de maio, a capital espanhola vai aproveitar a Feira Internacional de Turismo (Fitur) para vender um modelo turístico sustentável, que gera oportunidades para toda cadeia de valor e que tem como diferenciais, a qualidade de vida e a segurança.

O estande de Madri na Fitur aposta por espaços abertos, totalmente acessíveis e feitos com materiais 100% recicláveis. Possui 14 áreas temáticas e uma sessão fotográfica que mostra o contraste entre o patrimônio histórico e palaciano de Madri e as suas modernas infraestruturas, além de destacar a relevância dos espaços verdes, como Madrid Río e a serra madrilenha. A programação do estande pode ser encontradaaqui.

Leia mais:

Portugal reabre fronteiras do turismo para mais de 25 países europeus
Itália facilita acesso para turistas não-europeus, mas deixa Brasil de fora
Grécia libera turismo, mas mantém Brasil na lista vermelha

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.