Espanha: casos de Covid-19 aumentam 65% em uma semana

Aumento do número de contágios entre jovens preocupa autoridades sanitárias. Foto: Canva

A Espanha enfrenta o primeiro fim de semana de julho com preocupante aumento de surtos de coronavírus entre jovens , de 12 a 29 anos, que ainda não receberam nenhuma dose das vacinas contra a Covid-19. Segundo o Ministério da Saúde, o público desta faixa etária apresenta risco extremo de incidência do vírus, especialmente nas regiões de Andalucia, Catalunha e Cantabria.  

Após semanas de queda no número de casos positivos, a média nacional de incidência, portanto, voltou a subir. Nesta sexta-feira (2), o Ministério da Saúde registrou 152 casos positivos para cada 100 mil habitantes, nos últimos 14 dias. Mas há comunidades autônomas como Catalunha e Cantabria, onde a incidência de casos positivos é de 296 e 242 casos para cada 100 mil habitantes, respectivamente.  

Os focos de contágio preocupam as autoridades sanitárias, que já estudam mudar o plano de vacinação nacional e antecipar a aplicação em determinadas faixas etárias. Com a chegada do verão e o fim do no ano letivo, muitos jovens aproveitam para viajar e visitar familiares e descuidam das medidas necessárias para evitar novos casos de Covid-19.

A situação mais preocupante aconteceu em Mallorca quando um grupo de jovens, em viagem de fim de curso, acabou contagiando dezenas de outros estudantes. Nesta sexta-feira (2), o número de positivos que foram contaminados a partir deste grupo, já ultrapassa 1.000 pessoas, em diferentes regiões da Espanha.

Por isso algumas comunidades autônomas já decretaram novas restrições a partir deste fim de semana. Cantabria fechará a meia noite desta sexta-feira (2), todos as casas noturnas nos 16 municípios com nível de risco médio por coronavírus, entre eles, Santander, devido a quantidade de focos ativos. Em Navarra, o governo local organizou um controle de entrada em algumas rodoviárias, aos estudantes entre 17 e 25 anos, que retornam de viagens de fim de curso e realização de testes Covid-19 em hospitais.

Medidas emergenciais em Madri

Vacinação de estudantes

A Comunidade de Madrid vai disponibilizar, a partir da próxima terça-feira (6), um mutirão de vacinação contra COVID-19 especialmente para jovens alunos madrilenos que se preparam para estudar em outros países ou que tenham sido admitidos em programas de formação internacionais como Erasmus +, bolsas MAEC-AECID, Fulbright ou promovidos pela fundações privadas.

Os estudantes interessados devem agendar o horário e o local de vacinação no site: https://www.comunidad.madrid/servicios/salud/vacunacion-frente-coronavirus-comunidad-madrid#autocita

Se o agendamento não pude ser feito online, é possível marcar por telefone, através do número: 900 102 112.

Para este público, serão disponibilizados quatro locais de vacinação: Hospital La Paz,  Centro de Vacinação da Comunidade de Madri, Centro de Vacinação Internacional de Madri e Colégio Oficial de Médicos de Madri.

Vacinação para público entre 30 e 34 anos de idade

E na quarta-feira (7), a Comunidade de Madri inicia agendamento online para vacinação do público que tem entre 30 e 35 anos de idade e que ainda não recebeu nenhuma dose das vacinas disponíveis contra a Covid-19. O objetivo é liberar a marcação online de datas para imunização, a cada semana, para faixas etárias de cinco em cinco anos.

Novos pontos de vacinação

Nesta semana, foram inaugurados quatro novos pontos de vacinação em localidades da Comunidade de Madri: Las Rozas, Alcalá de Henares, Três Cantos e Fuente Fuente el Saz de Jarama, e dois em Madri capital (Hospitais Niño Jesús e Guadarrama).

Compartilhar