Penneys reabre lojas a partir da próxima sexta-feira na Irlanda

Penneys, Primark
Por Cristiano Goulart, em Dublin

Uma das maiores redes varejistas de roupas da Irlanda, a Penneys (Primark) irá iniciar a reabertura das lojas no país a partir da próxima sexta-feira (12). A informação foi confirmada ao Agora Europa pela assessoria de imprensa da Penneys.

Segundo a nota, as lojas de rua serão as primeiras a reabrirem. Já os estabelecimentos de shoppings começam a receber o público somente a partir do dia 15 deste mês.

“Nós realmente sentimos falta dos nossos clientes e estamos satisfeitos por reabrir os comércios em nossa casa (Irlanda). A partir de 12 de junho, nós seremos capazes de atender os nossos clientes com a qualidade dos produtos da Penneys que eles amam”, afirmou Paul Marchant, CEO da Primark.

MEDIDAS DE SEGURANÇA

A Primark afirma, no entanto, que algumas medidas de segurança serão adotadas seguindo as normas recomendadas pelo Ministério da Saúde da Irlanda:
• o número de pessoas presentes na loja ao mesmo tempo será limitado;
• funcionários irão monitorar o cumprimento das normas de distanciamento social dentro dos estabelecimentos;
• os caixas de pagamento das compras irão funcionar de forma alternada, mantendo um operador ativado e, ao lado, um caixa fora de operação;
• os provadores e banheiros não estarão disponíveis ao público.

MEDIDAS DE HIGIENE

• Estações com higienizadores para as mãos serão disponibilizados na entrada e em diferentes pontos da loja e podem ser acessados por funcionários e clientes das lojas;
• A frequência de limpeza das lojas também irá aumentar, sobretudo em pontos de grande circulação e contato, como em áreas onde se formam filas, escadas e elevadores, assim como nos pontos reservados aos funcionários.

Atualmente, a Penneys possui 36 lojas distribuídas pela Irlanda. De acordo com as normas estabelecidas pelo Governo irlandês, lojas de vestuário estão aptas a reabrirem ao público a partir desta segunda-feira (8). A medida integra a Fase 2 de reabertura econômica na Irlanda, como também expressou, pelas redes sociais, o Primeiro Ministro do país, Leo Varadkar.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.