Croácia anuncia que vai vacinar turistas em viagem ao país

O primeiro Ministro da Croácia, Andrej Plenković, anunciou, na manhã desta sexta-feira (16), que, além dos residentes, estrangeiros que vivem ou passam férias no país, poderão ser vacinados contra Covid-19 gratuitamente. Para receber o imunizante em território croata, basta comparecer a algum dos pontos de vacinação que funcione sem agendamento prévio, com o passaporte em mãos. Os estrangeiros que desejarem informações acerca dos locais onde ocorre a aplicação das vacinas, podem entrar em contato com a municipalidade desejada através dos números de telefone fornecidos pelo Instituto Croata de Saúde Pública.

A ampliação do esquema de vacinação, válida a partir de hoje, acontece graças ao excesso de doses disponíveis em todos os distritos croatas. Até então, o programa era restrito a cidadãos ou pessoas com residência comprovada no país, que tivessem o seguro de saúde do Governo. A medida pretende, principalmente, facilitar a imunização de expatriados que vivem em países próximos ou de fronteira, locais que possuem um ritmo de vacinação mais demorado, como a Bósnia e Herzegovina: ‘’Vamos vacinar todos aqueles que quiserem, será a nossa contribuição para o esforço global de combate à pandemia de Covid-19’’, disse o primeiro ministro da Croácia. 

De acordo com o Ministério da Saúde, 40% da população croata já foi totalmente imunizada. Durante o pronunciamento, Plenković fez um apelo a todos para que se vacinem, a fim de evitar uma nova onda de contágio no início do outono, especialmente em função da cepa Delta, que se espalha mais rápido do que as demais variantes da doença: ‘’É provável que a Delta prevaleça em nosso continente no final de agosto. Em países com muitos vacinados, o aumento de novos infectados não é acompanhado pelo número de doentes graves, isso é importante’’, explicou a o primeiro-ministro.

Além da decisão de imunizar pessoas de qualquer nacionalidade sem seguro de saúde no país, a Croácia fez, na última semana, uma doação de 30 mil doses de vacinas da AstraZeneca para a Bósnia e Herzegovina, Montenegro e Kosovo. A medida faz parte dos esforços das autoridades croatas para estender assistência humanitária a países vizinhos. O governo ainda trabalha na validação de acordos que aprovem o reconhecimento do certificado digital de vacinação da União Europeia (UE) para o trânsito livre de turistas na região.

A Croácia reabriu as fronteiras para o turismo em abril deste ano como medida emergencial. Viajantes da União Europeia (UE) e da área Schengen podem entrar no país apresentando o certificado digital de Covid da UE. Quem viaja de países de fora do bloco também tem a entrada autorizada em território croata. Turistas que chegam de zonas de risco, classificadas com a bandeira vermelha, incluindo o Brasil, devem apresentar teste PCR ou de antígeno recente, ou comprovar que se recuperaram da doença nos últimos seis meses ou ainda possuir documento válido de vacinação (com a 2ª dose feita, no mínimo, 14 dias antes da chegada ao país). São aceitos os imunizantes aprovados pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA).

Compartilhar

1 Comment

Não é possível deixar seu comentário no momento.