Bélgica deixa CoronaVac de fora na reabertura do turismo para brasileiros

Bélgica ainda não é um destino para turistas brasilerios vacinados com CoronaVac. Foto: Canva


A Bélgica retomou as viagens de turismo de passageiros do Brasil totalmente vacinados. No entanto, o país não reconhece a vacina CoronaVac, o que deixa parte dos turistas brasileiros impossibilitados de viajar para o país por enquanto.

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira (1°) pelo Consulado belga em São Paulo, as autoridades explicam que “a vacina CoronaVac ainda não é, neste momento, reconhecida”. A publicação não informa se haverá alguma mudança futura no entendimento sobre o imunizante.

Os demais viajantes que embarcam no Brasil, vacinados com Pfizer-BioNTech, Astrazeca (Covishield ou Vaxzevria), Moderna e Janssen já podem viajar para a Bélgica a turismo. O governo belga entende que a vacinação completa ocorre 14 dias após a dose única da vacina ou da segunda aplicação dos demais imunizantes.

A comprovação para as autoridades do país vai ocorrer através do certificado obtido pelo aplicativo “Conect SUS” e deve estar em inglês. O documento precisa constar os dados pessoais da pessoa vacinada, nome da marca ou fabricante, data de administração das doses, país da aplicação e uma assinatura ou código de identificação digital legível.

Mesmo com a vacina, os passageiros precisam realizar um teste PCR no primeiro ou segundo dia após a chegada no país. Até obter o resultado do exame, é necessário ficar em quarentena, conforme as regras divulgadas pelo consulado. Um formulário de viagem também deve ser preenchido nas 48 horas anteriores ao embarque.

As autoridades belgas ainda alertam, no comunicado, que não existem voos diretos do Brasil para a Bélgica neste momento. Por isso, os viajantes devem buscar informações sobre o país em que farão escala para “saber se ele autoriza ou não o trânsito e/ou se ele impõe condições suplementares”.

A reabertura para turistas vacinados do Brasil ocorre após a liberação de passageiros com visto. Recentemente, os consulados voltaram a emitir as autorizações de viagens para passageiros essenciais, como estudantes e trabalhadores.

A Bélgica também iniciou, na quarta-feira (1°), uma nova etapa de reabertura do país. A maioria das restrições, como a limitação de horários e lotação nos restaurantes, foi derrubada pelo governo.

Compartilhar

1 Comment

Não é possível deixar seu comentário no momento.